Terça, 18 de Junho de 2024 11:47
64 99648-7654
Geral Canudo inteligente

Canudo inteligente feito com resíduo de babaçu 'avisa' se a bebida estiver vencida

O canudo feito com babaçu combina as propriedades mecânicas e funções bioativas dos materiais.

03/06/2024 11h28
Por: Gideone Rosa Fonte: Exame
Foto: Divulgação digital
Foto: Divulgação digital

Por Paula Pacheco / Jornalista na Exame

Um produto biodegradável aproveita os resíduos que iriam para aterros e pode servir como alternativa ao plástico, que pode levar décadas ou até centenas de anos para se decompor por completo na natureza, segundo suas características.

Resultado da pesquisa de mestrado de Luís Fernando Zitei Baptista, orientado pela professora Delia Rita Tapia Blácido, do Departamento de Química da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP), da Universidade de São Paulo (USP), o canudo é feito com sobras agroindustriais da polpa do babaçu, um fruto da região amazônica, e combina ainda o uso de extrato de uva.

O canudo feito com babaçu combina as propriedades mecânicas e funções bioativas dos materiais. Segundo o pesquisador informou ao Jornal da USP, outras características importantes são a boa atividade antioxidante e antimicrobiana. O fruto, ao final do estudo, mostrou oferecer maior insolubilidade aos materiais em comparação com o uso de amidos, como o de batata e o de milho.

Canudo inteligente
Mas onde entra o extrato de uva? A substância, além de reforçar os benefícios do babaçu, deu aos canudos a capacidade de mudar de cor conforme o contato com o pH do líquido. Isso ocorre graças a componentes da uva, como a antocianina - substância natural que apresenta um amplo espectro de cores.

Segundo a pesquisa, a mudança de cor dos canudos permite a identificação rápida da condição do alimento. O pesquisador cita o  aumento de acidez da lactose quando o produto está envelhecendo. “Se ele [canudo] ficou rosado, por exemplo, é porque o leite estragou”. Entre as bebidas usadas no teste, com seus diferentes pH, estão o refrigerante, o suco de laranja, o leite e a água.

Baptista aposta no uso de resíduos na criação de biomateriais que tenham como base os princípios da química verde. Apesar do otimismo, há desafios na substituição de plásticos tradicionais. O pesquisador cita em particular os produtos de uso único, como embalagens de alimentos que utilizam isopor ou filme plástico. O futuro, no entanto, passa pela mudança de hábito dos consumidores, que vai possibilitar o ganho de escala de soluções como o canudo biodegradável inteligente.

Saiba mais, lendo a matéria completa. Clique aqui!

Texto: Paula Pacheco / Jornalista na Exame

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
AgroNegócio
Sobre AgroNegócio
Aqui você vai encontrar notícias e artigos dos mais renomados comentaristas e gente do agro falando sobre o tema.
Jataí, GO
Atualizado às 11h03
26°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 28°

25° Sensação
3.85 km/h Vento
26% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (19/06)

Mín. 15° Máx. 30°

Tempo limpo
Amanhã (20/06)

Mín. 16° Máx. 31°

Tempo limpo
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias