Sexta, 27 de Maio de 2022
19°

Tempo aberto

Jataí - GO

Dólar
R$ 4,73
0%
Euro
R$ 5,08
0%
Peso argentino
R$ 0,04
-0.071%
Bitcoin
R$ 143,740,49
-0.391%
Bovespa
111,941,68 pontos
+0.05%
Educação Congresso

ABPp - Associação Brasileira de Psicopedagogia - realiza XII Congresso Brasileiro de Psicopedagogia e VI Simpósio Internacional de Psicopedagogos

Em formato digital, as inscrições para os eventos já estão abertas.

12/05/2022 às 08h40
Por: Gideone Rosa Fonte: JN
Compartilhe:
Foto: Divulgação/Editorial
Foto: Divulgação/Editorial

Em formato digital, as inscrições para os eventos, que acontecem simultaneamente entre os dias 07 e 09 de julho de 2022, já estão abertas; objetivo é promover o diálogo multidisciplinar e debates sobre as últimas tendências em psicopedagogia

A ABPp - Associação Brasileira de Psicopedagogia -- já está com as inscrições abertas para o XII Congresso Brasileiro de Psicopedagogia e o VI Simpósio Internacional de Psicopedagogos, que acontecem entre os dias 07 e 09 de julho de 2022. Com o tema “Psicopedagogia: Aprendizagem e Humanização”, os eventos acontecem em formato digital e pretendem promover debates entre profissionais de diversas áreas, como Educação e Saúde, para incentivar o diálogo interdisciplinar na construção do conhecimento teórico e prático da psicopedagogia. “O objetivo é difundir o conhecimento e promover a interação entre os participantes com o intuito de manter os profissionais que atuam na área de psicopedagogia atualizados sobre os temas científicos e a atividade profissional no Brasil”, afirma Marisa Irene Siqueira Castanho, presidente da ABPp.

De acordo com Marisa, o congresso reforça o papel da ABPp, de contribuir para a melhoria da educação e saúde mental de crianças e adolescentes em todo o Brasil por meio da formação técnico-científica de novos psicopedagogos e da atualização dos profissionais que já atuam no setor. “Para que isso possa acontecer é necessário difundir conhecimento e o congresso chega para dar ainda mais visibilidade à atuação dos psicopedagogos; a escolha pelo formato online é também uma forma de democratizar ainda mais o acesso às novidades da área de psicopedagogia”, destaca.

Durante os três dias do evento, serão realizadas diversas atividades interativas entre os palestrantes, mediadores e congressistas. As conferências de abertura e de encerramento, bem como as palestras, reúnem nomes expressivos do cenário nacional e internacional, e se alinham aos temas do congresso, desdobrados em sete eixos temáticos: Novos desafios no processo de aprendizagem; Globalização e universo tecnológico; Ética, coexistência e sustentabilidade; Saúde integral e educação humanizadora; Formação em Psicopedagogia; Práticas em Psicopedagogia; Políticas educacionais e Psicopedagogia.

Batizadas como Mesas temáticas e Círculos de debates, durante a atividade, especialistas e mediadores discutem temas relevantes e articulados ao tema central. O Curta na Psicopedagogia, cine debate com apresentação de curtas metragens e foco em diferentes contextos da aprendizagem, tem como objetivo promover a reflexão e o questionamento. O congresso oferecerá, ainda, a oportunidade de interação dos participantes com os autores de obras relacionadas à psicopedagogia: o Diálogo com autores e suas obras incentivará as boas práticas de leitura e a busca de conhecimento na psicopedagogia e áreas afins.

Durante o congresso, os participantes poderão apresentar seus trabalhos, previamente aprovados e agrupados de acordo com os eixos temáticos, na oficina de Comunicação Oral. Em sessões de 15 minutos, pesquisadores, professores, supervisores, estudantes de psicopedagogia, educação e saúde, e áreas afins, poderão destacar os pontos principais de seus projetos, que ficarão expostos na divisão intitulada Poster e que poderão ser acessados mesmo após o evento.

Haverá, ainda, práticas psicopedagógicas orientadas por especialistas e pesquisadores e que englobam um conjunto de matérias e assuntos específicos referentes a recursos de avaliação e de intervenção nas dificuldades de aprendizagem. A atividade tem como objetivo divulgar a sistematização de procedimentos para a atuação de psicopedagogos.

O formato do evento pretende facilitar a interação dos participantes, que podem tirar dúvidas e trocar ideias e experiências. “O congresso permite compartilhar conhecimento teórico e prático, atualizados e em linha com práticas científicas e educacionais e assuntos diversos no universo da psicopedagogia”, observa Marisa.

E para aproximar os participantes ao que há de mais atual em psicopedagogia, bem como de seus desafios, especialistas de diversas áreas terão como base a proposta de favorecer o diálogo interdisciplinar com o intuito de promover a aproximação das áreas do conhecimento e das tecnologias digitais de informação e comunicação.

São parceiros da ABPp para o XII Congresso Brasileiro de Psicopedagogia e o VI Simpósio Internacional de Psicopedagogos: ABENEPI - Associação Brasileira de Neuropsiquiatria Infantil; ANDEA -- Associação Nacional de Dificuldades de Ensino e Aprendizagem; ATF-RJ - Associação de Terapia de Família do Rio de Janeiro; ABBri -- Associação Brasileira de Brinquedotecas. Para saber mais sobre o evento clique Aqui

ABPp e o propósito de compartilhar conhecimento

Por ser uma entidade alinhada com as políticas públicas voltadas à educação, saúde e assistência social, já que é referência técnica junto aos órgãos federais, estaduais e municipais, a ABPp possui uma série de iniciativas, como o acordo de cooperação técnica com a Secretaria Nacional de Atenção à Primeira Infância -- SNAPI, assinado em agosto do ano passado, e que tem como objetivo levar contribuições da Psicopedagogia nas ações do Programa Criança Feliz, do Ministério da Cidadania.

O programa faz o acompanhamento domiciliar de famílias com crianças entre zero e seis anos, para estimular o desenvolvimento infantil em 3 mil municípios brasileiros. De acordo com o Programa Criança Feliz, os profissionais que visitam as famílias são capacitados para atuar na articulação intersetorial dos programas e políticas das áreas da saúde, educação, serviço social, direitos humanos e cultura. A ABPp coopera na revisão de conteúdos e materiais para a capacitação desses profissionais.

Outra iniciativa importante, e uma das ferramentas com grande destaque a respeito da psicopedagogia no Brasil, é a publicação da Revista Psicopedagogia desde 1982, com artigos científicos, voltada para o fomento da pesquisa e da formação continuada para facilitar o acesso dos psicopedagogos a conteúdos pertinentes à sua área de atuação. A revista vem continuamente ampliando suas publicações no âmbito interdisciplinar, dialogando com profissionais de áreas correlatas à Psicopedagogia.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias