Sexta, 27 de Maio de 2022
20°

Tempo aberto

Jataí - GO

Dólar
R$ 4,73
0%
Euro
R$ 5,08
0%
Peso argentino
R$ 0,04
-0.071%
Bitcoin
R$ 143,266,12
-0.72%
Bovespa
111,941,68 pontos
+0.05%
Educação Destruição

Cemitério de árvores

Avaaz lança mais uma campanha de proteção da flora

28/04/2022 às 09h32
Por: Gideone Rosa Fonte: Avaaz
Compartilhe:
Em todo o mundo, florestas ancestrais que sustentam a vida na Terra estão sendo destruídas para produzir carne bovina, óleo de palma, cacau, madeira e papel para mercados consumidores famintos, como os EUA.
Em todo o mundo, florestas ancestrais que sustentam a vida na Terra estão sendo destruídas para produzir carne bovina, óleo de palma, cacau, madeira e papel para mercados consumidores famintos, como os EUA.

Enormes florestas ao redor do mundo estão sendo destruídas para produzir cada vez mais carne bovina, óleo de palma, cacau, madeira e papel. Agora os EUA estão considerando novas leis para impedir a entrada de produtos que destroem florestas em seus mercados - isso pode transformar as cadeias de abastecimento globais e ajudar a salvar nossas matas! Mas com as eleições americanas se aproximando, nós não temos muito tempo - precisamos fazer uma pressão pública gigante aos legisladores rapidamente!

Em todo o mundo, florestas ancestrais que sustentam a vida na Terra estão sendo destruídas para produzir carne bovina, óleo de palma, cacau, madeira e papel para mercados consumidores famintos, como os EUA.

Agora nós temos uma ENORME chance de defendê-las! Assine aqui a petição

Os legisladores nos EUA estão considerando novas leis poderosas para manter os produtos que destroem florestas fora de seu mercado. Isso pode mudar tudo - os EUA são o lar de muitas das maiores empresas do mundo, e essas leis podem transformar as cadeias de abastecimento globais e ajudar a proteger essas florestas preciosas, assim como as pessoas e animais que vivem nelas.

Mas primeiro, nós temos que garantir que as leis sejam aprovadas, e depressa. As eleições estão se aproximando, então vamos mostrar aos legisladores americanos que os cidadãos de todo o mundo querem que eles ajam. Quando chegarmos a 1 milhão de vozes globais, a Avaaz se unirá a organizações parceiras, ativistas e especialistas para fazer um chamado gigantesco para deter o massacre florestal que ameaça a todos nós!

As grandes empresas americanas como McDonald's e Walmart foram expostas por supostamente vender carne bovina ligada à destruição da floresta amazônica. Cerca de metade de todos os produtos comercializados em supermercados contém óleo de palma, que está destruindo o habitat de orangotangos e elefantes pigmeus. Os supermercados americanos são uma cena de crime de destruição florestal - tudo, desde café, chocolate, papel e cosméticos, pode ser marcado pelo desmatamento!

Essas novas leis ajudariam a impedir que as empresas importem produtos ligados ao desmatamento, cortando um enorme motor de destruição florestal! E com as empresas americanas forçadas a cumprir as novas leis, o impacto será sentido em todo o mundo.

Com as eleições do Congresso dos EUA em novembro e nossas florestas enfrentando ameaças gigantescas, este ano pode realmente fazer a diferença. Por isso, vamos garantir que essas leis sejam aprovadas agora! Pelas árvores, onças, pássaros, gorilas e pelas milhões de pessoas que vivem nas florestas do mundo - e por cada vez que você já olhou para uma árvore com admiração - adicione seu nome agora.

Nós sabemos que isso funciona. Há dois anos, centenas de milhares de membros da Avaaz ajudaram a impulsionar a maior resposta a uma consulta ambiental da história, inundando a União Européia com mensagens exigindo a proibição de produtos que destroem florestas. Agora, a UE está preparando um projeto de lei sobre este assunto crucial! Vamos nos unir novamente para proteger as florestas da Terra antes que seja tarde demais.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias