Quinta, 20 de Janeiro de 2022
24°

Poucas nuvens

Jataí - GO

Dólar
R$ 5,44
0%
Euro
R$ 6,15
0%
Peso argentino
R$ 0,05
+0.011%
Bitcoin
R$ 234,770,66
-4.046%
Bovespa
109,108,04 pontos
+1.01%
Geral Vida silvestre

Avaaz faz esclarecimento estarrecedor sobre animais silvestres

Segundo a entidade o que está acontecendo é um verdadeiro massacre

12/01/2022 às 08h03
Por: Gideone Rosa Fonte: Avaaz
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Na África a situação é extremamente grave onde os animais são mortos e enjaulados para venda.

Restam apenas 7 mil chitas na natureza - e mais de 4 mil foram vendidas no Facebook na última década!

E isso é só o começo. Filhotes de tigre, macacos, ursos e pássaros extremamente ameaçados estão à venda. Junto com uma enorme quantidade ilegal de marfim, escamas de pangolins e partes de animais abatidos.

Parece um novo Mercado Livre clandestino para a venda de animais silvestres, e os vendedores estão provocando um massacre horroroso!

Um pedido de socorro

Precisamos detê-los.

O Facebook já está sob intenso escrutínio público, mas acabar com o comércio de animais silvestres não é uma prioridade dos executivos. Mas com um enorme apelo global e uma exposição bombástica na mídia podemos forçá-los a prestar atenção a essa questão, e tornar uma prioridade o fim desse terrível comércio por meio das redes sociais.

Após anos de campanha, ficou claro que o Facebook só se mexe quando é exposto na mídia - e, juntos, podemos fazer isso acontecer em pouco tempo! Adicione seu nome e compartilhe com todos que puder - assine agora!

Exija que o Facebook acabe com as vendas de animais silvestres

A crise ecológica global ameaça a vida silvestre da Terra mais do que nunca. Mas agora, plataformas como o Facebook estão acelerando essa crise e criando um porto seguro para caçadores ilegais e traficantes. Os animais muitas vezes são encontrados aterrorizados e desnutridos, e a maioria não sobrevive a essa situação horrível.

O tráfico de animais silvestres é uma das indústrias criminosas mais lucrativas, movimentando até 23 bilhões de dólares por ano. Agora, as redes sociais oferecem a essa indústria uma possibilidade sem precedentes de criar um mercado online, alcançando inúmeros novos clientes. 

Precisamos acabar com esse comércio sangrento!

O Facebook já está fragilizado após meses de presença negativa na imprensa, por isso, se aumentarmos a pressão com um enorme apelo global, e expormos esse comércio na mídia, poderemos forçar o Facebook a tomar medidas urgentes e definitivas. Essas vendas estão acontecendo neste exato momento, por isso, precisamos agir depressa -- adicione seu nome e compartilhe com todos!

Nosso movimento já se uniu inúmeras vezes para lutar pela vida na Terra, ao lado dos defensores da natureza, permitindo que as vozes dos animais fossem ouvidas nos corredores do poder. Todos nós temos um papel a desempenhar, e as plataformas das redes sociais precisam fazer sua parte -- já conseguimos isso antes! Esta é nossa chance de proteger aquilo que nos é caro e vencer uma grande batalha contra uma das situações mais cruéis que os humanos impõem hoje a outras espécies.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias