Segunda, 06 de Dezembro de 2021
27°

Pancada de chuva

Jataí - GO

Dólar
R$ 5,68
+0.504%
Euro
R$ 6,41
+0.315%
Peso argentino
R$ 0,06
+0.293%
Bitcoin
R$ 292,041,07
-10.089%
Bovespa
105,069,69 pontos
0%
Geral Câmara em ação

Aconteceu na Câmara Municipal de Jataí

Recapeamento, irrigação e doação de materiais escolares

16/11/2021 às 08h27
Por: Gideone Rosa Fonte: CAM Jataí/JN
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Marcos Patrick pede recapeamento da Avenida Leomar Ferreira de Melo

Por Francisco Cabral

O vereador Marcos Patrick solicitou à administração municipal o recapeamento da Avenida Leomar Ferreira de Melo, da Vila São Pedro até o bairro Cidade Jardim II. Ele também requereu a posterior sinalização viária, visando garantir uma melhor trafegabilidade. “O serviço é necessário, pois tapa-buracos resolve de forma paliativa e momentânea os problemas de buracos e outras avarias da via, que, com o período de chuvas, acabam se agravando”, afirmou ele. “A alta movimentação de veículos, caminhões e ônibus desgastam o asfalto formando buracos; quando não são atenuados, eles crescem e viram crateras, prejudicando a mobilidade dos veículos e causando inclusive acidentes graves. Por esse motivo é tão importante o serviço de recapeamento asfáltico”.

Mantelli sugere vias ligando as vilas Brasília e Palmeiras

O vereador Vicente Mantelli sugeriu ao executivo a implantação de vias com a finalidade de interligar as vilas Brasília e Palmeiras. A intenção é sanar a deficiência na logística de locomoção que moradores da Vila Brasília e dos residenciais Cidade Jardim enfrentam na transição à Vila Palmeiras, aos setores Jacutinga e Colinas e aos bairros adjacentes, pois, para percorrer esse trajeto, faz-se necessário deslocamento até as vias próximas à Rua Jerônimo Silva. “Importante ressaltar que a implantação de tais vias dará maior fluidez ao tráfego na Avenida Leomar Ferreira de Melo, atual via de ligação aos bairros mencionados”, disse o autor do requerimento.

Marina reivindica irrigação automática para o Arapucão

A vereadora Marina Silveira reivindicou à prefeitura a implantação de sistema de irrigação automática no campo do estádio Jerônimo Ferreira Fraga, o Arapucão. “A qualidade do gramado em um campo de futebol depende crucialmente de seu sistema de irrigação. As diferentes espécies de gramas diferem em seus requerimentos de água, algumas podem sobreviver em estresse maior de água do que outras. As gramas de clima frio são geralmente mais suscetíveis a estresses hídricos do que gramas de climas quentes. Em nosso município, apesar de termos uma condição climática um tanto favorável, não é surpresa que em períodos de seca nossos campos de futebol sofram abruptamente com a falta das chuvas, vindo a secar em sua totalidade os gramados”, justificou a parlamentar. “A irrigação automática em campos de futebol possibilita uma rápida recuperação do gramado após uma partida. Nosso Arapucão, obtendo esse sistema, além de fortalecer a continuidade da capacidade de jogos de futebol profissional, possibilitará o atendimento a mais de 40 equipes de futebol amador de nossa cidade e também atenderá várias escolinhas de futebol infantil de diversas faixas etárias, que serão contempladas com esse benefício, não ocasionando o tradicional desgaste em sua área de gramado, que atende até 110 metros de comprimento por 65 metros de largura de grama, fazendo com que, a cada utilização, o campo receba a irrigação antes e depois dos jogos para a garantia da qualidade do gramado”.

Genilson requer programa voltado à doação de material escolar

O vereador Genilson Santos requereu à Secretaria Municipal de Educação a implantação do Programa Material Escolar Solidário, com o objetivo de doar material novo ou em bom estado de conservação a alunos da rede municipal de ensino que de fato necessitarem. “No findar do ano letivo, muitos alunos dispõem de materiais escolares em perfeito estado de uso, em mutos casos os pais acabam por adquirir itens novos para o ano letivo seguinte, ficando estes obsoletos em casa ou até mesmo sendo descartados no lixo, enquanto muitos alunos da rede pública de ensino não dispõem de condições financeiras para adquirir boa parte do seu material escolar”, lembrou o parlamentar. “Muitos pais às vezes querem doar o material, mas não sabem como proceder. Tendo esse programa, as pessoas terão conhecimento de onde doar e também de onde procurar por esse material. Pensando nisso, é que estamos sugerindo a apresentação de projeto de lei para criação do Programa Material Escolar Solidário, que promoveria a arrecadação de materiais escolares novos e o reaproveitamento de produtos usados (em bom estado de conservação), junto às escolas do município e à comunidade de modo geral, visando formar um banco de materiais disponíveis para doação a alunos da rede municipal de ensino que de fato necessitarem, a fim de desenvolver o agir consciente e sustentável das crianças e dos adolescentes, evitando assim o descarte desnecessário, bem como o espírito de solidariedade para com as famílias que possuam dificuldades financeiras em adquirir o material escolar de seus filhos”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias