Segunda, 06 de Dezembro de 2021
29°

Pancada de chuva

Jataí - GO

Dólar
R$ 5,68
+0.532%
Euro
R$ 6,41
+0.345%
Peso argentino
R$ 0,06
+0.324%
Bitcoin
R$ 293,553,68
-9.649%
Bovespa
106,918,82 pontos
+1.76%
Educação Internet das coisas

Estudantes da Paraíba e do Ceará vencem etapa nacional do TIC

Alunos do IFPB e do IFCE foram campeões nas categorias Nuvem e Rede, respectivamente

11/11/2021 às 08h16 Atualizada em 11/11/2021 às 08h24
Por: Gideone Rosa Fonte: Huawei/JN
Compartilhe:
TIC é um conjunto de recursos tecnológicos integrados entre si, que proporcionam, por meio das funções de hardware, software e telecomunicações, a automação e comunicação dos processos de negócios, da pesquisa científica e de ensino e aprendizagem. Foto:
TIC é um conjunto de recursos tecnológicos integrados entre si, que proporcionam, por meio das funções de hardware, software e telecomunicações, a automação e comunicação dos processos de negócios, da pesquisa científica e de ensino e aprendizagem. Foto:

Objetivo da competição promovida pela empresa líder global da tecnologia 5G é estimular estudantes do Brasil todo a aprimorar o conhecimento em TIC

A etapa final do ICT Competition Brasil 2021 terminou nesta quarta-feira, 10, com a vitória dos alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), na categoria Nuvem (Cloud), e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), na categoria Rede (Network). Durante dois dias, o evento realizado no Sheraton São Paulo WTC Hotel reuniu estudantes de 12 instituições de ensino, que passaram por avaliações escritas e práticas, divididas nessas duas áreas de conhecimento tecnológico: Nuvem e Rede. "Todos vocês já são vencedores e eu torço por todos. Tenho certeza de que essa oportunidade irá alavancar a carreira de vocês", disse Bruno Zitnick, diretor de Relações Públicas e Governamentais da Huawei Brasil.

A competição de conhecimento focada em infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação ainda contemplou os segundos e terceiros colocados de cada categoria. Em Nuvem, o segundo lugar ficou com os alunos da Universidade Federal de Alagoas, seguida da Universidade Federal do Ceará (UFC), terceira colocada. Na categoria Rede, a Universidade Federal de Roraima ficou em segundo e a Universidade Estadual de Alagoas, em terceiro.

Com a vitória, o IFCE e o IFPB se classificam para disputar a final regional América Latina da competição, que será em 2022, no México, e vale vaga na grande final internacional, que vai ocorrer na China no final do ano que vem.

Em 2020, a equipe do IFPB composta por Weslley Santos, Mariana Barros e Edson Luiz foi a campeã da final global na China, na categoria Nuvem (Cloud). Assim como eles, os alunos da equipe deste ano, Luana Barros, Gabriel Gutierrez e Marcos Ugolino, também fazem parte do trabalho desenvolvido pelo Polo de Inovação do Instituto e seus laboratórios credenciados que, em parcerias com empresas como a Huawei, tem possibilitado a capacitação de centenas de estudantes.

Iniciativa da Huawei para estimular a formação de talentos, o ICT Competition foi criado em 2015 e fornece aos alunos uma plataforma para estudo, troca de ideias, aprimoramento de conhecimentos em TIC e práticas com objetivo de encorajar o pensamento criativo dos participantes em novas tecnologias e plataformas. "A Huawei atua em diversas frentes educacionais para promover a empregabilidade e o desenvolvimento do país por meio da capacitação do capital humano e preza pelo desenvolvimento constante de grandes talentos desse setor, especialmente neste momento em que a demanda por profissionais de TIC só cresce", destacou o diretor.

O evento ocorre anualmente em todo o mundo e, no Brasil, participaram das seletivas estudantes de mais de 90 instituições de ensino que fazem parte do ICT Academy, programa global da Huawei que oferece cursos de certificação reconhecidos pelo mercado de trabalho. "Por meio do programa ICT Academy já treinamos mais de 36 mil alunos e professores de mais de 90 universidades em todas as regiões do país, queremos treinar mais 40 mil até 2025. Nosso programa ICT Academy não para nos treinamentos. Ele vai até a ponta com parcerias para promover a empregabilidade", explicou Zitnick.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias