Segunda, 08 de Março de 2021 19:05
64 99648-7654
Geral Combustíveis

Petrobras anuncia aumento do preço dos combustíveis nas refinarias

O anúncio acontece em meio ao debate sobre reajustes dos combustíveis e a independência da Petrobras.

09/02/2021 07h55
156
Por: Gideone Rosa Fonte: Jornal Nacional
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O presidente Bolsonaro voltou a negar qualquer plano de interferência na companhia. Mesmo assim, as ações despencaram.

Por Jornal Nacional

Em meio ao debate sobre reajustes dos combustíveis e a independência da Petrobras, a empresa anunciou nesta segunda-feira (8) aumento do preço dos combustíveis nas refinarias. O presidente Jair Bolsonaro voltou a negar qualquer plano de interferência na companhia. Mesmo assim, as ações despencaram.

É o terceiro aumento da gasolina e o segundo do diesel nas refinarias em 2021. Os aumentos valem a partir desta terça-feira (9). Nas bombas, até agora, a gasolina já subiu 5,5% e o diesel, quase 3,5%. Aumentos que não tiraram a preocupação dos investidores interessados nos ganhos da companhia.

A desconfiança é que a Petrobras não esteja seguindo à risca sua própria política de reajuste de preços, que acompanha a variação do petróleo e do dólar no mercado internacional.

A empresa confirmou que, em junho de 2020, mudou de três meses para um ano o prazo limite para verificar esse alinhamento dos preços dos combustíveis no Brasil e no exterior. Analistas dizem que isso pode levar a uma defasagem entre o que acontece aqui e lá fora.

“Quanto mais você alonga o reajuste de preços, seja para alta ou seja para baixa, tanto faz, maior a instabilidade dos preços e maior a dificuldade, inclusive, para os importadores de derivados de petróleo dentro do Brasil”, explica Álvaro Bandeira, economista-chefe do Modalmais.

A independência da empresa para tomar decisões também foi questionada depois que o presidente Jair Bolsonaro convocou o presidente da Petrobras para uma reunião. Jair Bolsonaro tem falado sobre o preço dos combustíveis desde que caminhoneiros manifestaram insatisfação com os reajustes no fim de janeiro.

O receio de que possa acontecer uma possível ingerência na empresa acabou afetando as duas ações da companhia negociadas na Bolsa. Nesta segunda-feira (8), a do tipo PN caiu 3,14% e a ON foi a que teve a maior queda no pregão: 4,14%.

“Como existe um receio de uma eventual interferência, e não é de agora, é um receio histórico de que o governo, principal acionista da companhia, possa vir a fazer uma interferência política numa empresa que tem, sim, o capital aberto, toda informação que possa se assemelhar a isso acaba gerando uma precificação negativa”, afirma Étore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos.

“No passado, a gente teve uma interferência muito forte até por outras razões, era uma razão de tentar segurar principalmente a taxa inflacionária e acabou dando no que deu. A Petrobras se endividou barbaramente e, com certeza, a experiência foi muito danosa, foi muito ruim”, diz Álvaro Bandeira.

Na tarde desta segunda, o presidente Jair Bolsonaro voltou a dizer que não há interferência na Petrobras: “Estávamos reunidos com a equipe do Paulo Guedes vendo a questão do impacto do novo reajuste dos combustíveis. Como nós não temos como interferir e não pensamos em interferir na Petrobras”.

Mais cedo, o presidente repetiu o que disse na última sexta-feira (5): que estuda uma maneira de mexer nos impostos que incidem sobre os combustíveis, inclusive o ICMS, que é um imposto estadual e incide sobre a venda e transporte de diversos produtos.

Analistas dizem que qualquer negociação de tributos não pode virar uma disputa que interfira na gestão e nos resultados da companhia.

“Hoje, a Petrobras é uma empresa do mundo, tem acionistas espalhados pelo mundo inteiro. A Petrobras tem muito para investir ainda, principalmente na área de pré-sal e isso pode atrasar os planos de investimentos da companhia”, explica Álvaro Bandeira, economista-chefe do Modalmais.

A Petrobras afirmou que não houve mudança na política de preços, que continua alinhada aos preços internacionais.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Jataí - GO
Atualizado às 18h52 - Fonte: Climatempo
23°
Pancada de chuva

Mín. 20° Máx. 26°

23° Sensação
7.4 km/h Vento
84.9% Umidade do ar
90% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (09/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quarta (10/03)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 32°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias