Seja sensato, fique em casa

Seja prudente


segunda-feira, 4 de maio de 2020

Eleição pode ser adiada

Foto: Divulgação
Próximo presidente do TSE admite que eleição pode ser adiada para novembro ou dezembro
As convenções serão feitas entre julho e 5 de agosto. A campanha começa no dia 15 de agosto. Mas não dá pra fazer campanhas sem aglomerações

O ministro Luís Roberto Barroso, que vai assumir o comando do Tribunal Superior Eleitoral, disse, numa entrevista à GloboNews no domingo, 3, que as eleições podem ser adiadas de 4 de outubro para novembro ou para o primeiro domingo de dezembro deste ano.

Luís Roberto Barroso afirmou que as convenções dos partidos devem ser realizadas do final de julho a 5 de agosto. A campanha começa no dia 15 de agosto. Portanto, se não for possível aglomerações, não se terá como fazer campanha. Por isso a eleição deverá ser adiada, mas deve ainda ocorrer este ano. “Adiar pelo menor prazo possível”, sugeriu o ministro do Supremo Tribunal Federal.

Nenhum comentário: