Esporte

terça-feira, 5 de maio de 2020

Áudio sobre possível "assédio" para confirmar contágio por Coronavírus causa indignação

Divulgação / Foto: JS.Net
O áudio foi postado em grupos de Whatsapp por uma pessoa que se identificou como "O Sombra".

Segundo "Sombra", ele teve alguns sintomas semelhantes a Covid-19, ligou no telefone de auxílio que orienta a pessoa sobre os procedimentos a serem tomados em caso confirmado de contaminação.

Como orientado "Sombra" procurou ajuda médica, na consulta foi diagnosticado com DENGUE e não Covid-19, porém, para ter certeza, fez todos os exames necessários e veio a confirmação de que estava mesmo DENGUE.

Sombra foi pra casa e começou o tratamento contra a DENGUE, nesse meio tempo, segundo ele, recebeu uma ligação de uma suposta servidora dizendo que era da Secretaria Municipal de Saúde o "induzindo a dizer que tinha sido contagiado por Covid-19.

Diante desse fato "Sombra" se dizendo indignado gravou o áudio que viralizou nos grupos de Whatsapp pela cidade, o que colocou muita gente indignada, inclusive as autoridades de saúde do município.

Diante do fato, o qual a Secretaria Municipal de Saúde classificou de absurdo, enviou nota repudiando tal áudio.

Veja nota:

"A Prefeitura Municipal de Jataí, através da Secretaria de Saúde, vem a público esclarecer sobre a circulação de um áudio, no qual um indivíduo afirma ter recebido uma ligação da própria Secretaria, tentando induzir o mesmo a dizer que estava com Coronavírus. 

Frente a isso, esclarecemos que uma ligação realmente foi realizada pela Secretaria de Saúde, que como procedimento padrão, para confirmar sinais e sintomas e ainda orientar os pacientes, entrou em contato com esse paciente para acompanhar o caso, sabendo que o mesmo havia sido notificado no posto de saúde com sintomas gripais, assim, as informações repassadas no áudio foram distorcidas. 

Pontuamos ainda que as ligações realizadas pela Secretaria de Saúde para os pacientes são realizadas com seriedade, com a intenção de acompanhá-los de forma segura, sendo necessário que este procedimento seja respeitado."

Nota JN

A situação é extremamente séria e merece atenção e investigação do caso.

Nenhum comentário: