Esporte

terça-feira, 21 de abril de 2020

Decreto do Governo de Goiás flexibiliza algumas atividades

Já escolas de modo geral foi recomendada a suspensão das atividades presenciais e que seja mantida até o dia 30 de maio

Novo decreto do governo de Goiás, publicado no final da noite de domingo (19) acrescenta a permissão de funcionamento de igrejas, comércio para entrega, salões de beleza e indústrias, desde que seguindo uma série de obrigações. 

Veja o que pode e o que não pode abrir

O documento, que saiu em edição suplementar do Diário Oficial do Estado (DOE), prorroga por mais 150 dias a situação de emergência na saúde pública em Goiás, o equivalente a cinco meses, por causa do avanço da contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19). 

Em Goiás, pelo menos 393 foram contaminadas e 18 morreram até o momento. 

Confira também que em nova nota técnica publicada na madrugada desta segunda-feira (20), a Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO) recomenda que a suspensão das atividades de ensino presenciais seja mantida até o dia 30 de maio em decorrência do avanço do novo coronavírus (Covid-19). 

Uso de máscaras por todas as pessoas passa a ser obrigatório.

As aulas nos estabelecimentos de ensino públicos e privados foram interrompidas entre os dias 16 e 18 de março e a nota técnica anterior previa a paralisação até 30 de abril. Acompanhe, ainda, as informações em tempo real no nosso site e nas nossas redes sociais.

Caso a situação se descontrole a quarentena volta a estaca zero

Com informações do G1/O Popular e Governo do estado

Nenhum comentário: