Esporte

quinta-feira, 9 de abril de 2020

Coisas da Serra do Café

"...E rolou escada abaixo"

Por Luceni Brito
Me ocorreu aquela urgência de guardar as lembranças que ficaram em fotos do David meu irmão. E isso me levou naquele canto da memória lá naquela infância nossa já quase esquecida. 

Eu deitada naquele banco tosco de madeira com aquela indisposição que minha mãe chamou de febre. "Sobe lá no quarto, e traz o travesseiro da sua irmã." Ele subiu saltitante de dois em dois degraus e do mesmo jeito voltou mas não teve a mesma sorte da ida e rolou escada abaixo. 

Daí minha mãe teve duas duras tarefas. A de cuidar de duas crianças, mas o meu susto foi tão grande que aquela febre foi esquecida. Chorei junto com ele, chorei o choro dele. Mas minha mãe cuidou com tanto esmero que em poucos dias o braço dele que disseram que tinha quebrado, estava bom, só que meio torto, mas sarou tratado com resina de jatobá. 

As vezes fico lembrando... como está distante aquele pedaço de tempo... que tinha sonhos de crianças e voz acariciante de mãe que acolhe. Mãe que educa com amor. A saudade que aninha aqui dentro do peito tem uma mistura de passarinho descansado... que canta rasgando o céu atravessando as nuvens. Depois esse fenômeno chamado tempo me fez ver você se despedindo da vida lentamente...sem reclamar. Assim...

Um comentário:

Unknown disse...

Que linda e triste lembrava.