Esporte

sexta-feira, 13 de março de 2020

Rio Verde tem seu primeiro caso confirmado de COVID-19

Teste para Corona Vírus / Foto: Divulgação
Confirmados três primeiros casos de coronavírus em Goiás

Todas as pacientes seguem em isolamento domiciliar e nenhuma apresentou sintomas severos da doença

Por Marcos Aurélio 
Goiás tem três casos confirmados de coronavírus. A confirmação foi na tarde desta quinta-feira, 12. A confirmação foi dada em coletiva feita pelo governo do estado que tratou das novas ações que são tomadas para conter o avanço a doença. Todos os pacientes são mulheres e estiveram em viagem ao exterior.

Um dos casos e trata de uma idosa, com mais de 60 anos, que é da cidade de Rio Verde e esteve na Espanha fazendo curso. As outras duas mulheres são de Goiânia, uma viajou para os Estados Unidos e outra para Itália. Todas seguem em isolamento domiciliar. Os exames foram feitos pelo Laboratório de Saúde Publica Dr. Giovanni Cysneiros (Lacen/GO), em Goiânia, testaram positivo e aguardam contraprova nas três pacientes.

“O novo coronavírus chegou em Goiás. Os três casos tem pacientes sob controle. Todos recuperando em casa”, revelou o secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino durante coletiva convocada para tratar do tema.

O secretário ainda disse  que foram adotadas todas ações para transparência na condução do novo coronavírus. “Jamais banalizaríamos o risco, mas não criaremos pânico na população. Do ponto de vista individual tem baixa letalidade, mas do ponto vista coletivo é rapidamente transmissível. Goias foi  o primeiro estado a adotar medida de contenção”, avaliou.

O governo anunciou ainda que serão preparados três hospitais para atendimento prioritário dos casos de coronavírus. Dois para adultos e um infantil neonatal. “Nossa ideia é tentar desafogar o máximo possível o sistema de saúde”, avaliou Silvio Fernandes, presidente do Ipasgo.

“Neste momento tentaremos conter o espalhamento da doença. Todo o trabalho de monitoramento e comunicação fazem parte do plano de contingência. Trabalharemos para que haja o menor número de casos graves e mortes possíveis”, apontou a Superintendente de Vigilância de Saúde, Fluvia Amorim.

Eventos

O governo do Estado não vai cancelar eventos. Mas segundo o secretário de saúde, jogos de futebol serão realizados sem torcidas.  Também por enquanto não haverá suspensão de aulas. Caso seja necessário, será uma suspensão de no máximo 14 dias.

Fonte: Jornal Opção

Nenhum comentário: