sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Subcomandante da PM recebe título de cidadão jataiense

Crédito das fotos: Vânia Santana/CMJ
Em sessão solene realizada no último dia 18, no plenário João Justino de Oliveira, o tenente-coronel Carlos Ailton de Oliveira recebeu o título de cidadão jataiense. Atual subcomandante do 14º Comando Regional da Polícia Militar (CRPM), ele foi homenageado, por meio de projeto apresentado pelo vereador Major Davi Pires e aprovado por todos os parlamentares, pelo desempenho à frente do 15º Batalhão da PM, sediado em Jataí.

A mesa de trabalhos contou com a presença da presidente da Câmara Municipal, Kátia Carvalho, dos vereadores Major Davi Pires, Agustinho de Carvalho Filho, o “Carvalhinho”, Maria Aparecida, a “Cida”, e Creso Vilela, do secretário Municipal de Segurança Pública e Defesa Social, Eduardo Jailton Prado Naves, que representou o prefeito Vinícius Luz, do representante do comandante do 14º CRPM (coronel Castro), o ex-comandante do 15º BPM, tenente-coronel Alexandre dos Santos e Silva, do comandante da 7ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), major Valteir de Souza Silva, do comandante da Companhia de Policiamento Especializado (CPE), capitão Ferreira, do major Ulisses Davi Cortez (14º CRPM), do homenageado e de sua mulher, Jeisa de Sousa Menezes Oliveira.

Em seu pronunciamento, o vereador Carvalhinho declarou que era uma grande honra estar presente ao evento. “Quero parabenizar meu colega Major Davi pela proposta”, disse ele. “É um título muito merecido para um profissional muito direito, muito competente. O programa implantado pelo senhor é muito importante para a comunidade, merece uma salva de palmas de todos”.

O vereador Creso Vilela também destacou o mérito da proposta. "A homenagem é muito merecida. A sociedade vê a PM como entidade repressora, mas ela tem que ser assim mesmo, infelizmente; é criticada, mas quem acompanha o trabalho da PM sabe que é importante. Seu trabalho social é de uma importância capital. Vocês mais do que ninguém conhecem a realidade social do nosso país. Precisamos cobrar do executivo mais recursos para a Polícia Militar", exortou.

A vereadora Cida enalteceu o desempenho do militar durante sua passagem pelo 15º BPM. "Mais que muitos certificados de cursos, ocupações, medalhas e condecorações, o que vale é seu trabalho, sua capacidade no comando da corporação. Os números da criminalidade caíram vertiginosamente sob o seu comando. Os bons agentes da segurança pública não precisam ser apenas homenageados, mas também respeitados e valorizados", afirmou ela.

A presidente Kátia Carvalho mencionou os projetos sociais conduzidos pelo homenageado em Mineiros. "Como é gratificante participar de uma solenidade dessas. É um orgulho homenagear pessoas públicas com tanto mérito, mas acima de tudo precisamos de homens e mulheres de bem. Pessoas como o senhor, competente em sua profissão e que ainda se engaja em ações sociais. Caso o senhor tenha a intenção de implantar seu projeto social em Jataí, a Câmara será parceira na iniciativa", garantiu.

Já o vereador Major Davi Pires, proponente da homenagem, destacou de forma elogiosa toda a vida e a carreira do ex-colega de farda. "Hoje com certeza é um dia muito especial para a nossa cidade, que adota como filho o tenente-coronel Carlos Ailton de Oliveira. A vida nos tem ensinado que as vitórias não vêm por acaso. O senhor sempre encarou suas missões com coragem. Homem de garra, companheiro de muitas batalhas, capaz de tornar melhor a vida do município, do Estado e do país. Seus ideais fazem jus à sua postura de profissional correto. São pessoas como você que nossa cidade precisa, alguém que possui uma jornada digna de ser seguida por todos os cidadãos", asseverou.

O tenente-coronel Carlos Ailton de Oliveira citou nominalmente todos os componentes da mesa e várias pessoas que compunham a plateia. "Minha gratidão pela homenagem e a todos meus familiares e amigos pela paciência e pelo apoio. Temos muitos projetos sociais, que são frutos da conscientização da Polícia Militar. Somente a repressão não resolve. É mais cara e não resolve. Por isso, desenvolvemos essas ações sociais, para colaborar com a melhoria da nossa sociedade. Tenho mais de 30 anos de serviço público, dois anos como professor no Mato Grosso e mais de 28 anos na Polícia Militar, apto para passar para a reserva, mas penso que posso me doar um pouco mais, contribuir um pouco mais. A alegria está em servir, ser útil e dar nossa parcela de colaboração em prol da sociedade. Este título é uma demonstração de reconhecimento pelo trabalho realizado, mas não é só meu, é da gloriosa Polícia Militar, de todos os componente da corporação", declarou.

HISTÓRICO

Carlos Ailton de Oliveira começou a prestar serviços policiais em Jataí em 26 de julho de 2010. Ainda no posto intermediário, frequentou e concluiu o curso de direito no Centro de Ensino Superior de Jatai (Cesut), quando era comandante da 7ª CIPM em Mineiros.

Oliveira ingressou na Polícia Militar de Goiás em 14 de abril de 1992, como aluno do curso de formação de soldados, frequentou o CES (Curso de Formação de Sargentos) em 1993, curso de formação de oficiais. Foi declarado aspirante a oficial em 21 de outubro de 1996, sendo promovido a 2º tenente e 1º tenente e a capitão, por antiguidade. Foi promovido a major em 28 de julho de 2013 e a tenente-coronel exatamente quatro anos depois, ambas as promoções por merecimento.

Natural de Guiratinga-MT, o homenageado é filho de Milton Divino de Oliveira e Carmita Mesquita de Oliveira. Nascido em 16 de agosto de 1968, o tenente-coronel é casado com Jeisa de Sousa Menezes Oliveira.

Crédito das fotos: Vânia Santana/CMJ

Nenhum comentário: