Legislativo Jataiense

Câmara Municipal de Jataí

segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Política jataiense em ponto de ebulição

Vereador foge da Justiça

Por Jesus Manoel
O presidente da Comissão de Ética da Câmara Municipal de Jataí, vereador Pastor Luiz Carlos (PSDB), informou ao apresentador do Jornal das Sete, da Rádio Difusora, Izalter Francisco, na manhã do dia 03/09, que o vereador Marcos Antônio (PDT) está fugindo do Oficial de Justiça, como o diabo foge da cruz, para não ser intimado a comparecer àquela Casa para ser ouvido pela CPI.

Segundo o advogado Dr. Heráclito Noé, assessor do vereador Luiz Carlos, o oficial já esteve em sua casa por oito vezes, mas não foi encontrado e nem em outro local. Como não foi encontrado, ele agora está sendo convocado pela Justiça, por Edital. O primeiro já foi expedido e ele não compareceu. O segundo está sendo expedido do qual ele será obrigado a comparecer, senão poderá ser cassado automaticamente por descumprimento ao chamamento das autoridades.

O vereador Luiz Carlos informou também que nas sessões ordinárias da 2ª quinzena de setembro, dias 24, 25 e 26, iniciará o julgamento do vereador afastado Mauro Bento Filho (MDB) que poderá ou não ser cassado, dependendo da apuração condenatória das investigações que estão sendo feitas pelo Conselho de Ética da Câmara Municipal, composta dos vereadores: presidente Pastor Luiz Carlos (PSDB), Relator Thiago Maggioni (PSDB) e Membro Cida (Podemos).

Maggioni em entrevista na RDJ deixou claro que não vai aliviar, vai votar sim pela cassação de qualquer que seja o edil envolvido no processo.

Diante da revolta da população contra a atitude pelo qual os vereadores estão sendo investigados na chamada “Rachadinha” dos salários de funcionários, nos últimos anos, uma prática costumeira por deputados e senadores de todo pais. O Plenário da Câmara deverá superlotar durante os dias de sessões de votação e da possível cassação dos vereadores.

No decorrer desta semana será julgado o mandato do vereador Mauro Bento Filho e posteriormente, serão julgados os vereadores Marcos Antônio (PDT) e Gildenício Santos (MDB).

Para as Sessões, o vereador Luiz Carlos disse que a Câmara convocará quatro suplentes para participarem da votação da cassação ou não do vereador Mauro Filho. 
São eles: Carlos Miranda, Creso Vilela, Antônio Lima e Marcos Patrick.

Nenhum comentário: