Refis 2019



Você tem até o final deste mês de Novembro para quitar seus débitos

Legislativo Jataiense

Câmara Municipal de Jataí

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Juiz nega apreciar pedido por não ser tratado como “Excelência”. Veja decisão

Por Felipe Cardoso 
Magistrado enfatizou que o pronome de tratamento de um juiz é “Excelência” e não “Senhoria”, como utilizado

O juiz José Roberto Bernardi, de Araraquara, São Paulo, deixou de apreciar um pedido devido ao pronome de tratamento empregado no documento direcionado ao magistrado.

Na decisão, Bernardi enfatizou que o pronome de tratamento de um juiz é “Excelência” e não “Senhoria”, como utilizado. A foto do despacho circula nas redes sociais. Veja:


Esta discussão veio à tona este ano quando um decreto protocolado pelo Governo. 
O documento, que possui embasamento Constitucional, regulamenta as diferentes formas de tratamento. O Decreto trata ainda sobre as formas de comunicação, inclusive, com o presidente da República.

JN via Opção

Nenhum comentário: