Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

terça-feira, 13 de agosto de 2019

PSL expulsa Alexandre Frota

Deputado foi acusado de infidelidade partidária após criticar abertamente o presidente Jair Bolsonaro

Por Leicilane Tomazini 
O deputado Alexandre Frota (SP) foi expulso do PSL, nesta terça-feira, 13, após ser acusado de infidelidade partidária. A Executiva do partido tomou a decisão pelo fato de o parlamentar criticar abertamente o presidente Jair Bolsonaro. Além disso, Frota absteve-se de participar da votação em segundo turno da reforma da Previdência.

A deputada Carla Zambelli (SP) e o senador Major Olímpio (SP) foram os responsáveis por apresentar os pedidos de expulsão, que foi deliberado pela Executiva do PSL na manhã desta terça-feira, na sede do partido.

Na denúncia constam publicações feitas por Frota no Twitter, em que ele chama o diretório estadual de São Paulo de “milícia de ex-PMs”, e uma entrevista à revista Época em que o deputado diz que Bolsonaro é sua “maior decepção”.

A deputada Carla Zambelli teria mudado de ideia sobre a eventual expulsão de Frota, após conversar diretamente com o parlamentar. Ela afirmou, segundo o site O Globo, que o deputado estaria disposto a repensar suas atitudes.

Frota estava filiado ao PSL desde março do ano passado e mantinha um bom relacionamento com os membros do partido. De um tempo para cá, no entanto, começou a criticar abertamente as ações do atual governo, bem como a postura da bancada do partido no Congresso.

JN em Conexão com Opção

Nenhum comentário: