Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Legislativo Jataiense

Câmara Municipal de Jataí

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Governadores não podem disputar eleição nacional do MDB e Daniel Vilela ganha força

Com isso, estatuto do diretório não foi alterado e, antes nome ventilado, Ibaneis Rocha fica de fora da disputa

Por Francisco Costa 
Foi decidido, na tarde desta quarta, 21, que não haverá mudança no estatuto do MDB para permitir que governadores em exercício se candidatem a presidência da legenda. A rejeição foi dada pela Executiva da sigla, o que impede, por exemplo, que o gestor do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, pleiteie o cargo, mas que fortalece, por exemplo, o nome do ex-deputado federal goiano, Daniel Vilela.

A alteração, de interesse do presidente da legenda, Romero Jucá, sequer foi colocada em pauta pelos integrantes do diretório. Vale lembrar que o MDB nacional realiza eleições internas em 6 de outubro. Nomes como o de Baleia Rossi, líder na Câmara do partido, e do presidente estadual em Goiás, Daniel Vilela, como já dito, ganham força com a decisão.

No passado, Daniel chegou a dizer que não era candidato, mas admitia ter o nome lembrado por membros da bancada federal e algumas outras lideranças nacionais que defendem uma renovação à frente do diretório. “Mas não existe articulação nenhuma”, revelou ao Jornal Opção, à época.

Com essas novas informações e maior proximidade, a situação pode mudar. Inclusive, também em depoimento recente, o prefeito de Aparecida de Goiânia, Gustavo Mendanha (MDB), ainda vê o amigo pessoal no páreo. “O desejo de que Daniel seja presidente vem de líderes emedebistas de todo o País que conheceram o trabalho dele na Câmara dos Deputados e caso isso se concretize é bom para Goiás e para o MDB”.

JN em conexão com Opção

Nenhum comentário: