Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Legislativo Jataiense

Câmara Municipal de Jataí

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Sudoeste Goiano em foco - Rio Verde

Promessa de campanha, municipalização da água em Rio Verde cai no esquecimento

Por Felipe Cardoso/ Opção JN
Compromisso era de reduzir valores cobrados pela Saneago, mas de acordo com vereadores, conta está cada vez mais cara

Uma das promessas de campanha do prefeito do município de Rio Verde, Paulo do Vale (atualmente sem partido), seria concretizar a tão almejada municipalização da água na cidade. Segundo relatos de vereadores do município, isso seria feito, segundo o prefeito, ainda no seu primeiro ano de mandato. Acontece que a gestão municipal está chegando ao fim — haja vista o período eleitoral que se aproxima — e a promessa, de acordo com os parlamentares, caído no esquecimento do prefeito, mas não da população.

Segundo o vereador Manoel Pereira (PSDB), a procura pelo prefeito em busca da concretização de suas promessas tem sido diária. “Mas ele nada tem feito. Não nos dão sequer atenção”, lamenta. Ele explica que a ideia seria municipalizar a distribuição de água em Rio Verde e consequentemente diminuir os valores cobrados atualmente pela Saneago.

“Isso nunca saiu do papel. E foi um compromisso que ele fez com o povo. O que na verdade tem sido feito é o contrário disso, pois o serviço tem ficado cada vez mais caro”, disse. O parlamentar ainda aproveitou a oportunidade para lembrar que existem “diversas outras” promessas de campanha que não foram cumpridas pela atual gestão, “dentre elas posso destacar a construção das 4 mil casas populares, que ele não conseguiu fazer nem uma. Outro exemplo seria a construção do Centro de Tradições Nordestinas. A lista é extensa”, garantiu, por fim.

Elvis dos Brinquedos (PRP), por sua vez, reforçou o que foi dito pelo colega de Parlamento e lembrou ainda de outras promessas que também não foram cumpridas pelo atual gestor do município: “Ele prometeu que levaria um bom atendimento aos pacientes oncológicos, prometeu fazer uma casa de apoio em Rio Verde, disse que não iria prejudicar os ambulantes, os mototaxistas, ou seja, o que vemos é exatamente o oposto disso. Paulo do Vale é um homem de promessas. ”

Sobre a municipalização da distribuição de água em Rio Verde, Elvis ressaltou que a questão tem sido cobrada religiosamente pelos vereadores pois, para o parlamentar, “isso iria contribuir bastante com o bolso da população, especialmente dos mais humildes”.

A promessa não consolidada neste primeiro mandato na avaliação do vereador tende a ser usada novamente por Paulo do Vale que deve ser candidato a reeleição. “Ele sentiu o gosto de ser coronel e do poder nas mãos. Ele trará em seu projeto de reeleição não só essa, mas outras novas promessas”, aposta. A prefeitura de Rio Verde foi procurada, mas até a publicação da matéria a reportagem não obteve retorno. 

Em entrevista ao Jornal Opção em abril, o prefeito afirmou que a promessa foi revista. Segundo o gestor, após uma análise jurídica, a prefeitura entendeu que o trâmite judicial levaria um longo período de tempo. Assim sendo, decidiram como mais viável a implementação da Agência Municipal de Regulamentação.

De acordo com Paulo, o órgão oferece condições de analisar a qualidade do serviço e valores cobrados. O prefeito não descarta a possibilidade de retomada da pauta nas próximas gestões, “caso a Agência de Regulamentação entender que os serviços prestados pela Saneago não estão sendo satisfatórios, aí sim pode ser que caia a concessão”, afirmou.

Nenhum comentário: