Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Termas de Jataí


Mês de Julho, mês de férias
As águas termais de Jataí te faz muito mais feliz!

terça-feira, 7 de maio de 2019

Juíza de Brasília suspende licitação do STF para compra de vinhos e lagosta

Entre os itens que constam na lista do STF estão uísque 18 anos, vinhos premiados, além de refeições como lagosta e carré de cordeiro

Solange Salgado, juíza da 1ª Vara Federal em Brasília, decidiu, nesta segunda-feira (6), pela suspensão da licitação promovida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para a compra de bebidas, entre elas vinhos, e refeições, incluindo lagosta. O STF já disse que a Advocacia-Geral da União (AGU) vai recorrer.

A licitação prevê aquisição pelo “menor preço” de empresa especializada para fornecimento de refeições, no valor total de R$ 1,13 milhão. Entre os itens, uísque 18 anos, vinhos premiados, além de refeições como lagosta e carré de cordeiro.

O edital também prevê champagne Brut com ao menos quatro premiações internacionais, cachaças envelhecidas em barris de madeira nobre, além de gim, vodca, conhaque envelhecido por no mínimo dois anos.

Tudo isso para acompanhar camarão à baiana, medalhões de lagosta com molho de manteiga queimada, bacalhau à Gomes de Sá, frigideira de siri, arroz de pato, pato assado, tournedos de filé e pernil de cordeiro assado.

“A par de o objeto licitado no Pregão Eletrônico em comento não se inserir como necessário para a manutenção do bom e relevante funcionamento do Supremo Tribunal Federal, os itens exigidos destoam sobremaneira da realidade socioeconômico brasileira, configurando um desprestígio ao cidadão brasileiro que arduamente recolhe seus impostos para manter a máquina pública funcionando a seu benefício”, afirmou a juíza.

Nenhum comentário: