Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Prefeitura trabalhando

Cuidar do meio ambiente
Esse é o foco

Conectada com o Futuro

quarta-feira, 10 de abril de 2019

MP recomenda suspensão de repasses da Prefeitura de Luziânia a clube de futebol

Texto afirma que, entre 2013 e 2018, a prefeitura destinou R$ 2,6 milhões

O Ministério Público (MP) de Goiás recomendou, nesta segunda-feira (8), que a prefeitura de Luziânia suspenda os repasses feitos à Associação Atlética de Luziânia. O documento afirma que foram realizados gastos sem contrapartida social com o clube na ordem de R$ 2,6 milhões entre os anos de 2013 e 2018.

O texto recomenda ainda que não seja celebrado nenhum convênio com a associação ou com “qualquer outra entidade privada com a finalidade de incentivar o desporto profissional e educacional”.

A recomendação afirma que, só em 2018, foram repassados R$ 600 mil ao clube profissional. De acordo com o órgão, “os gastos realizados são ilegais, por desvio de finalidade e pela má destinação das verbas públicas, pois o clube usou verba pública sem contraprestação social, verificando-se apenas promoção de um time de futebol profissional”.

No documento consta ainda que tanto o prefeito da cidade, Cristóvão Vaz Tormin, quanto os secretários de finanças Hyulley Aquino Machado (nos anos de 2014 e 2015) e José Gomes (entre 2016 e 2018) não exigiram nenhuma contrapartida social.

O MP afirma também que, em Inquérito Civil Público aberto para apurar a questão, foram constatadas diversas irregularidades na gestão do time de Luziânia. Foram citadas atividades como desvio de recursos públicos, desvio de finalidade institucional e outras fraudes.

Com informações de MP-GO.

Nenhum comentário: