Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

quarta-feira, 6 de março de 2019

Capital Goiânia - Prefeito a cada dia na mira dos adversários políticos (JN)

“Não sei se o Iris escuta só secretariado, mas basta andar na cidade para ver o caos”, diz Sabrina Garcez

Por Rafael Oliveira/Opção
Vereadora lamenta a Prefeitura não ouvir mais o cidadão e diz que a gestão catastrófica de Iris Rezende deixou a Educação e Saúde de lado

A vereadora de Goiânia Sabrina Garcez (PTB) não poupou críticas ao prefeito Iris Rezende (MDB) sobre a prestação de contas do Executivo, considerada por ela como “gestão catastrófica”.

Sabrina sugere que o prefeito ande pela cidade e escute o cidadão para melhorar sua gestão. “Quando o prefeito vem à Câmara e diz que está tudo normal, só nos resta o desespero porque se está bom para ele, imagina o que virá pela frente”.

O prefeito Iris Rezende sempre fez seus mandatos baseados nos mutirões de bairros, segundo Sabrina. “Infelizmente hoje não existem mais os mutirões, mas que também perderam sua razão de existir porque a prefeitura não está levando nada a mais além da sua obrigação”.

A parlamentar atribui o baixo rendimento de Iris Rezende a não manter contato com a sociedade goianiense. “Não sei quem ele está escutando, se é só secretariado. É só ele ir em qualquer Cais ou PSF que vai ver o caos que está nesta cidade. Saúde e Educação, que são direitos básicos, foram deixados de lado por essa administração catastrófica”.

Obras paradas

Para Sabrina, o prefeito está retrocedendo na educação da capital. “Na outra eleição, ele prometeu construir uma série de Cmeis, não fez, e nessa gestão também não fez. Tem uma operação tartaruga para entregar as obras”.

Algumas construções financiadas pela Prefeitura estão quase prontas, afirma Sabrina, mas o Executivo não entrega para não ter condições de fazê-las funcionar e acusa o prefeito de não querer aumentar o custo com a Educação.

Nenhum comentário: