Legislativo Jataiense

Câmara Municipal de Jataí

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

Minas Gerais e a crise financeira

Vice de Zema diz que é preciso escolher se paga prefeitos ou servidores
Segundo Paulo Brant, que prometeu uma resposta aos municípios até sexta-feira, os recursos são insuficientes para fechar a conta

Por Juliana Cipriani/Em.com.br
O governador Romeu Zema (Novo) adiou o anúncio de uma solução aos prefeitos para o atraso nos repasses constitucionais, que havia prometido para até a manhã desta terça-feira (22). Em vez do pronunciamento, coube ao vice-governador Paulo Brant dizer que a resposta será dada até esta sexta-feira (25). 

Em entrevista à Rádio CBN, Brant reconheceu que os administradores municipais tem razão sobre a queixa e que o estado fica “envergonhado” com a situação. “Os prefeitos tem razão, o estado tem que repassar integralmente o que é devido”, afirmou. 

Porém, segundo Brant, desde que Zema assumiu, a arrecadação mensal não é suficiente para pagar prefeitos e servidores, mesmo com atraso. 

“O que o estado arrecada não dá conta de pagar o servidor, mesmo atrasado, e o repasse do município. É um ou outro, ou uma parte de um e uma parte de outro. É inadmissível, ficamos até envergonhados mas não consigo aumentar receita a curto prazo e a despesa é dada, então é uma escolha de sofia”, afirmou. Leia  mais

Nenhum comentário: