Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Esteja em dia com os tributos municipais e participe diretamente de nosso desenvolvimento


Clique na imagem e retire seu Carnê

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Em primeiro discurso como governador, Caiado agradece eleitores goianos

“Não sou eu que tomo posse nesse momento, mas todos que optaram pro ousar e enfrentar a máquina pública”, frisou democrata

Por Nathan Sampaio/Opção
O governador Ronaldo Caiado (DEM), empossado nesta terça-feira, 1, na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), discursou pela primeira vez como chefe do Executivo do Estado agradecendo o eleitorado goiano. “Não sou eu que tomo posse nesse momento, mas todos que optaram pro ousar e enfrentar a máquina pública”, declarou.

O democrata disse, durante sua fala, que terá tolerância zero pra corrupção, valorizará o servidor público e vai combater as desigualdades regionais. “A velha política foi sepultada. O eleitor votou na tradição e na vida que os políticos apresentaram e não na propaganda de rádio e televisão”, completou.

“Qual é a mensagem das urnas? Hoje as pessoas precisam sair do pedestal. Precisam entender que governador de estado é funcionário público que precisa dar satisfação a população. Ser político é identificar as prioridades a serem tomadas”, expôs o governador.

Em outros pontos do discurso, Caiado também reforçou que vai cumprir as emendas impositivas integralmente. “Os deputados estaduais não sofreram o que eu sofri pra implementar as emendas como deputado federal. Cada um de nós tem que dar sua parcela pra tirar o estado da situação em que se encontra”, disse.

Ao prefeito de Goiânia, o governador disse que, a partir desta quarta-feira, 2, vai assinar “centenas” de decretos pra mostrar que a máquina pública não é sinônimo de mordomia. “Vou ser austero”, concluiu Caiado.

Participaram do evento autoridades políticas e religiosas como o  prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB); a procuradora geral da república, Raquel Dodge; o arcebispo metropolitano de Goiânia, dom Washington Cruz; o senador eleito Vanderlan Cardoso (PP); o ex-deputado federal Abelardo Lupion (DEM-PR), representando o futuro ministro da Casa Civil, o deputado federal reeleito Onyx Lorenzoni (DEM-RS); e o presidente reeleito da OAB-GO, Lúcio Flávio.

Nenhum comentário: