Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Esteja em dia com os tributos municipais e participe diretamente de nosso desenvolvimento


Clique na imagem e retire seu Carnê

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Caiado anuncia pacote de “bondades”

Projetos de Lei enviados nesta segunda-feira, 28, estabelece auxílios a servidores e extinção da terceira classe da PM e Bombeiros

Por Ludmilla Morais/Opção
Em entrevista realizada na tarde desta segunda-feira, 28, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, o governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou um pacote de “bondades” para os servidores da Educação e parte da Segurança Pública. A coletiva acontece minutos antes da assembleia dos trabalhadores em educação da rede estadual que enxergam a possibilidade de aderir a uma greve, caso o a folha de dezembro não seja paga integralmente como pedem.

De acordo com o governador, será enviado para a Assembleia Legislativa projetos de Lei ainda nesta segunda, estabelecendo o pagamento do piso salarial aos professores temporários, que hoje recebem menos que os efetivos e o pagamento de auxílio-alimentação a todos os funcionários da Educação, no valor de R$ 500. O vale-alimentação também será estendido a todos os servidores do Estado, que recebam menos que R$ 5 mil.

“Este projeto de lei irá restabelecer o programa de auxilio alimentação para todos aqueles que recebem menos de R$ 5 mil. O impacto mensal será de 23 milhões e anual de 260 milhões em 2019”, declarou o democrata.

Na área da Segurança, Caiado anunciou que também vai enviar á Casa de Leis projeto de Lei reestruturando a Polícia Militar (PM) e Corpo de Bombeiros. “A chamada terceira classe será extinta”, disse.

“Com isso nós estaremos recuperando a condição e dignidade de 2.022 soldados da PM, 228 do corpo de bombeiro, e também reestruturando a carreira de escrivão de polícia e agente da polícia civil, total de 400. Também agentes da segurança prisional e de gestão prisional. O total de servidores da segurança publica são 2661, que saem daquela categoria criada por quem não tem respeito pela segurança pública”, completou o governador.

O democrata suplicou ainda, que os servidores e cidadãos tenham paciência, pois sua equipe está mostrando o que existe na conta única do Estado, antecipando o salário de janeiro, não fechando hospitais e não deixando que a polícia fique sem se deslocar para fazer a segurança de goiás.

“Então eu peço a cada uma solidariedade, que sempre foi um gesto dos goianos. Quero também pedir que reflitam, principalmente professores e professoras, nossos alunos não têm que pagar pelos crimes praticados pelos nossos antecessores, eles não podem ser vítimas do que fizeram com as finanças de Goiás. Vocês têm o meu compromisso que dezembro será pago”, concluiu Caiado.

Durante a entrevista participaram os secretários de Governo Ernesto Roller, de educação, Fátima Gavioli, e de segurança Rodney Miranda.

Nenhum comentário: