Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Projeto Sonho de Natal 2018




segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Vereador processa Estado de Goiás e Prefeitura de Ipameri por “crateras” em rodovia

Alisson Rosa (PV), ingressou com ação civil pública pedindo ajuda ao promotor de Ipameri para que seja realizada manutenção adequada na rodovia GO 330

Por Rafael Oliveira
O vereador de Ipameri Alisson Rosa (PV) ingressou com dois ofícios propondo uma ação civil pública ao Ministério Público alegando que o Estado de Goiás e a Prefeitura Municipal de cidade onde legisla não tem cumprido com suas obrigações de manter a rodovia GO 330 em boas condições de trânsito.

O pedido do vereador foi protocolado nesta sexta-feira (30/11) e endereçado ao Dr. Leonardo Frack de Oliveira Ávila, promotor de Justiça da Comarca. A ação também arrola a Agência Goiana de Transportes (Agetop) como responsável.

Em suas alegações, Alisson Rosa afirma existir verdadeiras “crateras” no trecho que liga Ipameri a Catalão e tem causado prejuízo financeiro aos motoristas de veículos pesados e leves que transitam diariamente pelo local. “Já tem praticamente um ano que não só eu, mas todos vereadores estamos cobrando, apresentando requerimentos, convocando na Câmara Municipal o Secretário de Infraestrutura da cidade, fazendo reuniões com a Prefeita. Infelizmente não só eu, toda a Câmara está cansada de cobrar e não ter respostas ou ações”, lamentou Alisson.

O vereador afirma que procurou a governadoria de Goiás e a Agetop e não obteve resposta.  “Com o Estado da mesma forma. Tentamos agendar reunião na AGETOP e não conseguimos, Encaminhamos requerimentos, mas nunca responderam e a situação da GO 330 está lastimável. Entre Ipameri e Catalão e Ipameri e Urutai, vários acidentes já aconteceram com vítimas fatais por causa dos buracos. Uma média de 20 carros por dia, em cada trecho, quebra ou estoura os pneus”.

“Infelizmente pedir e apresentar requerimento nada adianta tanto para o Governador Estadual quanto para o Governo Municipal e, sensibilizado com a situação que se agrava em nosso Município e nossa região foi que tomei a decisão de pedir apoio e ajuda do Ministério Público”, desabafou o vereador.

O parlamentar ainda pede ajuda para manutenção asfáltica das ruas do município. “É público e notório que as ruas de Ipameri estão tomadas por buracos causando vários transtornos aos seus moradores e aos visitantes e dificulta o trânsito de veículos e pedestres”, disse Alisson.

O parlamentar denuncia, ainda, que diariamente surgem novos buracos nas ruas e as operações Tapa-Buracos não são realizadas há muito tempo. “Essas operações são caras ao erário e ineficientes porque precisam ser refeitas várias vezes. Isso configura um completo abandono do Poder Público com a cidade. Eles não tem cumprido com sua obrigação básica de conservação do patrimônio público”, conclui.

Em sua conta pessoal de uma rede social, o vereador postou a mensagem: “Reafirmo, neste meu mandato É A 1° VEZ QUE REALIZO DENÚNCIA. Infelizmente pessoas que não tem caráter, que fogem das suas obrigações para tentar culpar inocentes já tentaram espalhar que eu tinha denunciado estagiários na Pestalozzi ano passado, este ano tentaram disseminar que eu tinha realizado a denúncia contra o HOSPITAL SÃO PAULO recentemente. RESSALTO que são sou homem de fazer denúncia anônima. NUNCA FIZ E NUNCA FAREI. O QUE EU FAÇO DOU MINHA CARA A TAPA E PUBLICO“.
Postar um comentário