Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Esteja em dia com os tributos municipais e participe diretamente de nosso desenvolvimento


Clique na imagem e retire seu Carnê

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Em São Paulo, Caiado se reúne com governadores e discute contas públicas


“União também precisa ser nossa parceira nesta hora e dar condições aos Estados que necessitam aderir ao regime de recuperação fiscal”, disse governador eleito no evento

Da Redação/Opção
O governador eleito Ronaldo Caiado (DEM) esteve na manhã desta quinta-feira, 13, em São Paulo para discutir com o Ministério da Fazenda, o Tesouro Nacional, governadores eleitos de outros três Estados e seus respectivos secretários da Fazenda sobre alternativas para equilibrar as contas públicas. O democrata foi acompanhado da futura secretária estadual da Fazenda, Cristiane Schmidt.

“Todos os que aqui estão têm o compromisso com uma gestão responsável e com o equilíbrio fiscal de seus Estados. É muito importante que tenha sido estabelecido aqui um pacto entre os governos estaduais, com o respaldo do governo federal, para construirmos este ajuste. A União também precisa ser nossa parceira nesta hora e dar condições aos Estados que necessitam aderir ao regime de recuperação fiscal”, afirmou Ronaldo Caiado.

O objetivo do grupo formado nesta quinta-feira, 13, é criar um intercâmbio entre os governadores para tratar de regras para as carreiras de servidores públicos, rediscutir as regras da Previdência e melhorar a comunicação com os demais poderes – como Judiciário, tribunais de contas e ministérios públicos, além da sociedade civil – para equilibrar as contas públicas.

O encontro foi com a presença do atual ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, e o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida (que permanecerá à frente do Tesouro na gestão do presidente eleito Jair Bolsonaro), além dos governadores eleitos Eduardo Leite (PSDB), do Rio Grande do Sul; Hélder Barbalho (MDB), do Pará; e Romeu Zema (Novo), de Minas Gerais.

Nenhum comentário: