Legislativo Jataiense

Câmara Municipal de Jataí

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Câmara Municipal de Jataí em foco

Gildenicio defende instalação de restaurante popular em Jataí

O vereador Gildenicio Santos requereu à administração municipal a implantação de um restaurante popular em Jataí. O público alvo do estabelecimento seriam as pessoas que se encontram em situação de insegurança alimentar, especialmente das classes menos favorecidas. "Hoje muitas pessoas são obrigadas a realizar suas refeições fora de casa, substituindo o almoço por um lanche rápido, comprometendo sua saúde", afirmou o parlamentar.

João Rosa pede recuperação de faixa em frente a escola

O vereador João Rosa solicitou à SMT a recuperação da pintura da faixa para pedestres em frente ao Colégio São José, na Rua Marechal Rondon. A medida aumentaria a segurança de quem precisa fazer a travessia naquele ponto, especialmente nos horários de entrada e saída dos alunos daquela institução de ensino.

Major Davi pede desobstrução de área para instalação de entidade

O vereador Major Davi Pires reivindicou ao executivo a desobstrução e a desocupação da área localizada na Quadra R, no setor Colinas. Segundo a lei 1.802/95, modificada pela lei 2.304/2002, no terreno deverá ser instalado o Centro Social e Esportivo dos Policiais Militares ativos e inativos de Jataí, em que os militares poderão praticar atividades esportivas e preparar-se fisicamente para suas atividades, além de permitir a recreação de seus familiares, bem como instruções aos diversos cursos ministrados pela PM e convênio com a futura Guarda Municipal. "Consta que o imóvel encontra-se sendo explorado por terceiro, ilegalmente, exercendo 'in loco' ramo poluidor do meio ambiente, em local habitado, a título precário da prefeitura no governo anterior, por tempo já esgotado", informou o parlamentar.

Mauro Filho pede regularização da carga elétrica no Bairro Popular

O vereador Mauro Bento Filho pediu à Enel a regularização de carga elétrica tensão 222 volts, no Bairro Popular. O transformador local, muito antigo, já não atende à crescente demanda de residências do setor. Há grande instabilidade da tensão na rede entre 17 e 21 horas, o que vem causando prejuízos aos consumidores, devido aos danos em equipamentos eletrônicos.

Nenhum comentário: