Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Thermas Jatahy


sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Sérgio Moro - "Liberdade total"

Bolsonaro diz que Moro pediu 'liberdade total' e que não vai interferir no trabalho do ministro
Presidente eleito concedeu entrevista coletiva no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (1º). 
Sérgio Moro aceitou convite para comandar Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Por Filipe Matoso e Nicolás Satriano, G1 — Brasília e Rio de Janeiro
O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (1º) ter concordado "100%" com os pedidos do juiz Sérgio Moro para assumir o Ministério da Justiça, entre os quais "liberdade total" para combater a corrupção e o crime organizado.

Até então responsável pelos processos da Operação Lava Jato no Paraná, Moro viajou ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira e aceitou o convite de Bolsonaro para comandar o Ministério da Justiça e Segurança Pública a partir do ano que vem. Com isso, Moro deixou a Lava Jato.

"Conversamos por uns 40 minutos e ele [Moro] expôs o que pretende fazer caso seja ministro e eu concordei com 100% do que ele propôs. Ele queria uma liberdade total para combater a corrupção e o crime organizado, e um ministério com poderes para tal", disse o presidente eleito.
Postar um comentário