Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Projeto Sonho de Natal 2018




quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Câmara de Araguapaz protocola pedido de impeachment da prefeita Márcia Bernardino

Gestora já havia sido afastada por 180 dias, no começo do ano, por improbidade administrativa

Por Nathan Sampaio
Depois de ter sido acolhida pela Câmara Municipal de Araguapaz, na última quarta-feira (7/11), uma extensa denúncia seguida do pedido de impeachment da prefeita Márcia Bernardino de Sousa (MDB), a casa votou e optou pela investigação contra a gestora.

De acordo com o presidente da Câmara, Célio Ferreira Nunes (PTC), os anexos contendo as provas da denúncia somam mais de 500 páginas. “Depois de aceito o pedido, montamos uma comissão para investigar o caso”, explicou.

Ainda segundo Célio, a prefeita estaria envolvida em “irregularidades que envolvem o transporte escolar e processos de licitações”. “Agora a comissão irá fazer todo o trabalho de investigação para descobrir se há fundamento nessas denúncias”.

Caso a prefeita sofra impeachment, quem assume é o vice-prefeito Gabriel Fornieles Moreira, do DEM.

Improbidade

Em fevereiro deste ano, Márcia  Bernardino foi afastada, pela Justiça, por um período de 180 dias, por improbidade administrativa. De acordo com a ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO) da cidade, a prefeita “era peça apenas figurativa, pois quem de fato administrava a cidade era seu marido e ex-prefeito, José Segundo Rezende Júnior”.

Diante disso, o ex-prefeito também foi proibido de adentrar nas dependências da prefeitura, e a magistrada determinou ainda o bloqueio dos bens móveis e veículos em nome do casal.
Postar um comentário