Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Projeto Sonho de Natal 2018




terça-feira, 27 de novembro de 2018

Aconteceu na Câmara Municipal de Jataí

Foto: Gideone Rosa
Carvalhinho pede recapeamento de via e demarcação de faixa de pedestres

O vereador Agustinho de Carvalho Filho, o “Carvalhinho”, solicitou à administração municipal o recapeamento da Avenida dos Rodoviários e a posterior demarcação da faixa para pedestres em frente ao posto de saúde da Vila Brasília, situado naquela via. Trata-se de antiga reivindicação dos moradores, pois a pista, que se encontra deteriorada, impossibilita a implantação da faixa, o que expõe usuários da unidade a situações de risco.

João Rosa sugere expansão da área do cemitério Bom Pastor

O vereador João Rosa sugeriu a expansão da área do cemitério Bom Pastor, por meio da aquisição de parte de uma das propriedades particulares vizinhas ou pelo uso de uma parcela da área do 41º Batalhão de Infantaria Motorizado, caso haja legalidade. “O espaço atual já é insuficiente, considerando-se o crescimento demográfico de Jataí”, assinalou o parlamentar, que informa já ter falado sobre o assunto com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo.

Mauro Filho: instituído o Dia Municipal do Voluntariado

A Câmara aprovou projeto do vereador Mauro Bento Filho que institui em Jataí o Dia Municipal do Voluntariado, a ser comemorado anualmente no dia 5 de dezembro. “O voluntário é um ator social e agente da transformação, que presta serviços não remunerados em benefício da comunidade”, explicou o parlamentar. “Ele doa seu tempo, conhecimento e energia para atender as necessidades do próximo”. O projeto acrescentou um artigo à Lei do Voluntariado do Município, que é de 2002.

Marcos Antônio pede semáforo entre avenidas Goiás e Veriano

O vereador Marcos Antônio solicitou à SMT a colocação de um semáforo no cruzamento das avenidas Goiás e Veriano de Oliveira Lima. Ele lembra que estão ocorrendo vários acidentes naquele ponto, onde existe uma rotatória que não é respeitada pela maioria dos condutores de veículos. Segundo relatos, alguns motociclistas sobem nas calçadas devido à velocidade em que trafegam, que impede a realização do contorno.
Postar um comentário