Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Thermas Jatahy


quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Rejeição a Haddad bate recorde nas eleições 2018, diz Ibope

Segundo pesquisa, 47% dos eleitores entrevistado não votariam no candidato petista "de jeito nenhum". 
No início da corrida eleitoral, o número era de 23%

Do R7
Pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (15) aponta que a rejeição ao candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, bateu recorde nestas eleições ao alcançar 47% do eleitorado.

De acordo com o levantamento, o primeiro do instituto para o segundo turno, 47% dos eleitores afirmam não votar em Haddad de jeito nenhum. Na última pesquisa divulgada antes do primeiro turno, em 6 de outubro, a rejeição a Haddad estava em 36%.

Já a rejeição ao deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) passou de 43%, no dia 6, para 35% agora.

Com relação às intenções de voto, o Ibope aponta Bolsonaro com 59% dos votos válidos, contra 41% de Fernando Haddad.

Recorde em 2018

Nas pesquisas anteriores realizadas pelo instituto, Bolsonaro chegou a alcançar o índice de 46% de rejeição, em 24 de setembro — superado agora por Haddad. Já Haddad atingiu rejeição máxima de 38% durante a campanha do primeiro turno, na pesquisa de 1º de outubro.

O petista começou a corrida eleitoral com 23% de eleitores afirmando não votar nele de jeito nenhum, após ele ser escolhido candidato do PT ao Planalto no início de setembro. O capitão da reserva tinha 44% e se manteve nesse patamar com pequenas oscilações no primeiro turno.

Outro aspecto apontado pelo levantamento de ontem aponta que os eleitores de Bolsonaro são os mais convictos neste segundo turno. Entre os ouvidos, 41% afirmam que vão votar no ex-militar "com certeza". Haddad, por sua vez, tem 28% dos eleitores convictos.

Encomendada pelo jornal "O Estado de S.Paulo" e pela TV Globo, a pesquisa Ibope ouviu 2.506 eleitores nos dias 13 e 14 de outubro. A margem de erro é de dois pontos porcentuais e o nível de confiança é de 95%. O levantamento está registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo BR-01112/2018.
Postar um comentário