Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Projeto Sonho de Natal 2018




segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Política goiana cada vez mais apimentada

Caiado demonstra ‘salto alto’ durante debate em Rio Verde

Assessoria
O candidato do MDB ao governo de Goiás, Daniel Vilela, disse neste sábado (15), durante debate realizado pela Rede Sucesso e pela Associação Comercial e Industrial de Rio Verde (Acirv), que o adversário Ronaldo Caiado (DEM) “já perdeu uma eleição e vai perder de novo por essa arrogância que já começa a demonstrar”. Caiado demonstrou salto alto ao citar as pesquisas eleitorais, que momentaneamente lidera, como resposta à afirmação de Daniel de que o DEM integrou a base de Marconi Perillo (PSDB) e que a indicação de José Eliton para a vice do tucano, foi feita por ele, Caiado.

Falando diretamente ao adversário, Daniel relembrou toda a relação política entre DEM e PSDB e o silêncio de Caiado durante todos esses anos: “Candidato, o senhor coloca muito bem quando diz que a fila andou, só esqueceu de dizer que faz parte da fila do chamado ‘tempo novo’. O senhor ficou 16 anos ao lado deles, surdo, mudo e cego, e só agora que o barco está afundado é que o senhor se coloca, de forma oportunista, como representante da mudança.”

Caiado demonstrou irritação enquanto Daniel o questionava sobre a admissão das relações políticas com José Eliton e Marconi Perillo: “Nos não somos oportunistas. Nós nunca compactuamos com o que foi feito ao longo desses 20 anos, sempre defendemos uma política diferente. Agora o senhor, que esteve de lá, por que o não consegue admitir que indicou o José Eliton? Por que não admite que foi aliado do Marconi?” As perguntas ficaram sem resposta.

Ao dizer que Caiado já perdeu uma eleição por salto alto, por achar que já ganhou antes dos goianos irem às urnas e depositarem seus votos, Daniel se referiu à eleição de 1994. Há 24 anos Caiado já era candidato a governador e chegou a liderar as pesquisas durante muito tempo, porém perdeu a confiança dos goianos quando começou a achar que já tinha vencido, mesmo antes da eleição; comportamento demonstrado também agora. 

Propostas
Daniel falou, durante o debate, sobre algumas de suas propostas para Goiás. O candidato deu destaque a três delas, que integram a área social: isenção da taxa de energia para quem gasta até 50 kWh por mês, isenção da taxa de água para quem gasta até 5 mil litros por mês, e o retorno do programa do pão e do leite, o embrião do Renda Cidadã e do Bolsa Família.

O candidato falou ainda sobre industrialização do Estado, com foco no Sudoeste, ao responder pergunta dos organizadores do evento. Para ele, é necessário que o Estado atraia industrias que agregam valor às commodities produzidas em Goiás. Dessa forma será possível fomentar a indústria, gerar emprego e renda para os goianos, e melhorar a arrecadação tributária do Estado. 

O emedebista falou ainda sobre como reorganizar as finanças do Estado, em resposta a uma pergunta feita pelo governador José Eliton: “Nós faremos bem diferente do que vocês estão fazendo há 20 anos. Teremos responsabilidade fiscal e gestão planejada. Iremos, por exemplo, reduzir os gastos com publicidade e propaganda que vocês fazem, que são da ordem de R$ 600 milhões, e iremos assumir compromissos realizáveis em quatro anos, diferentemente de vocês que refazem promessas de 4 em 4 anos e deixam centenas de obras abandonadas pelo Estado.”
Postar um comentário