Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Thermas Jatahy


terça-feira, 3 de julho de 2018

Link de notícias Jataí News Linkedin

Brasileiro trabalha 52 minutos para comprar um Big Mac, banco projeta dólar em R$ 5,50 e outras notícias

Brasileiro precisa trabalhar mais de 50 minutos para comprar um Big Mac. 
É o que diz um novo estudo produzido pelo banco suíço UBS sobre o custo de vida em 77 cidades pelo mundo. Em São Paulo e no Rio de Janeiro, ganhar o suficiente para adquirir o lanche do McDonald’s ficou mais difícil. Entre 2015 e 2018, o tempo de trabalho exigido do paulistano subiu de 25 para 52,5 minutos. Já o investimento necessário para o carioca passou de 32 para 56,7 minutos. Para chegar aos resultados, o estudo leva em conta o salário médio de 15 profissões em cada cidade, versus o custo local do sanduíche.

Bank of America projeta dólar em R$ 5,50 após eleições. 
Em relatório publicado hoje, a instituição imagina um pior cenário com vitória de um candidato com agenda contrária à do mercado e com dúvidas sobre sua governabilidade, o que levaria a moeda americana a atingir o valor em 2019. Neste caso, a inflação iria a 7%, e o PIB teria queda. As perspectivas mais concretas dos analistas do banco, no entanto, apontam que o dólar fechará 2018 em R$ 3,65. Para o próximo ano, a projeção é que a moeda americana fique nos R$ 3,72. Nesta segunda-feira (2/7), o dólar fechou a R$ 3,90.

Uber altera seu modelo de negócios no Brasil. 
A empresa de transporte extinguiu na segunda-feira a taxa de até 25% que cobrava dos motoristas. De acordo com reportagem do jornal Folha de S. Paulo, o valor será variável e levará em conta distância percorrida, valor da corrida e tempo perdido em congestionamentos. Segundo a plataforma, a medida deverá proporcionar maiores ganhos para quem dirige com o app. Há 500 mil motoristas cadastrados no país. Não haverá nenhuma mudança no preço para os clientes do Uber.

Jogos pela manhã lotam padarias, mas derrubam varejo. 
De acordo com levantamento realizado pela Cielo, as vendas nos estabelecimentos desse tipo aumentaram 11,4% no dia em que o Brasil venceu a Costa Rica e 9,3% quando a Seleção bateu a Sérvia. Se para os donos de padaria a Copa fez bem, o mesmo não se pode dizer para outros varejistas, que têm observado queda média nas vendas em dias de jogos da Seleção de 25,2%. Os bares vivem relação ambígua: na estreia, um domingo, o faturamento foi 6,7% menor do que um domingo comum. No segundo jogo, uma sexta-feira às 9h, o movimento caiu 8,8%. Já no terceiro jogo, às 15h, o expediente de muitos brasileiros foi encerrado mais cedo, causando um aumento de 43,7% no movimento dos bares.

Boeing e Embraer aproximam-se de acordo. 
Embora tenha se negado a dar detalhes, a companhia brasileira informou à AFP que as discussões para um acordo estão em “negociações avançadas”. O jornal Valor Econômico informou que as empresas já “preparam os memorandos de entendimento a serem apresentados ao Governo Federal”, que precisa aprovar o negócio tanto pela “golden share” (tipo de ação que garante veto a acordos deste tipo) quanto pela importância da Embraer na área de defesa, considerado estratégico para o país.
Postar um comentário