Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Thermas Jatahy


sexta-feira, 13 de julho de 2018

Boletim Linkedin/JN de informações

Avianca forma turma exclusivamente feminina de pilotas, Movile recebe aporte de US$ 124 mi e outras notícias


Dezesseis pilotas se formam em primeira turma exclusivamente feminina no Brasil. 
O projeto — batizado de “Donas do Ar” — é tocado pela Avianca e visa ampliar o número de mulheres no comando das aeronaves comerciais no país. Os números atuais do cenário no Brasil são vergonhosos: no fim do ano passado, apenas 41 mulheres possuíam licença para pilotar um avião do tipo, ou 0,86% do total dos profissionais, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Antes de iniciar o programa, a companhia aérea tinha apenas 2% de seu quadro de pilotos composto por mulheres. Hoje, são 5%. A Avianca firmou compromisso com a ONU Mulheres para aumentar a presença feminina nas cabines de pilotagem em 10% ao ano.

Dona do iFood recebe aporte de US$ 124 milhões. 
A Movile recebeu o maior investimento de sua história e a segunda maior rodada recebida por uma companhia brasileira em 2018 — atrás apenas dos US$ 150 milhões captados pelo Nubank em março. O aporte foi feito pelo grupo sul-africano Naspers e pelo fundo brasileiro Innova Capital, do empresário Jorge Paulo Lemann. A Movile tem aplicativos em áreas como entregas (iFood, Rapiddo e Mercadoni), conteúdo infantil (PlayKids e Leiturinha) e venda de ingressos (Sympla). Nos últimos 12 meses, a empresa já recebeu cerca de US$ 270 milhões em investimentos.

Banco Central vai aprovar compra de apenas 49,9% da XP pelo Itaú Unibanco. 
Desta forma, as instituições terão de refazer o contrato já amarrado, que previa a possibilidade de o banco passar a aumentar sua participação na corretora para 75% a partir de 2022, podendo chegar aos 100% em 2024. Pela fatia de quase metade da XP, o Itaú desembolsou R$ 6,3 bilhões. A expectativa é de que o Banco Central dê aval para o negócio até o final de julho. As informações são do Estado de S. Paulo.

Casas de câmbio começam a aceitar cartão de crédito para compra de moeda. 
Uma taxa extra, que varia de estabelecimento para estabelecimento, é cobrada do consumidor. Outra tarifa adicional envolvida nesse modelo de negociação é o IOF de 1,1% — mais baixo do que os 6,38% cobrados em compras internacionais. Quem optar por realizar a compra de moedas estrangeiras com o cartão de crédito irá pagar o valor do dia da compra e não do fechamento da fatura, uma boa vantagem. Nenhuma das casas de câmbio procuradas pela reportagem da Folha de S. Paulo aceitava o parcelamento da compra.

ANP lança sistema para comparar preço dos combustíveis. 
O objetivo do comparador, batizado de Infopreço, é dar ao consumidor outra opção de consulta além do levantamento de preços feito pela agência, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis. Os preços serão atualizados diariamente na ferramenta, que irá comparar os valores da gasolina, etanol, diesel S-10, diesel S-500 e gás natural veicular (GNV). Até o momento, 177 postos espalhados pelo país se cadastraram para informar seus preços.
Postar um comentário