Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Projeto Sonho de Natal 2018




quinta-feira, 7 de junho de 2018

Últimas notícias - Boletim Jataí News Linkedin

Dólar turismo chega a R$ 4,06 nas casas de câmbio. 
A um mês das férias escolares, a moeda americana é vendida por até R$ 4,25 em cartões pré-pago. Nesta quarta-feira, o dólar comercial subiu mais e fechou a R$ 3,8384, maior valor em dois anos. A moeda americana já acumula valorização de 2,72% no mês e 15,81% no ano. As incertezas políticas no país são apontadas por especialistas como a principal causa da alta do dólar.

Com estimativa menor de inflação, salário mínimo deve ficar abaixo dos mil reais em 2019. 
A projeção feita pelo governo no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias em abril era de elevar o valor para R$ 1.002,00. Porém, segundo nota técnica das consultorias de Orçamento, Fiscalização e Controle (Conorf) e de Orçamento e Fiscalização Financeira (Conof) da Câmara dos Deputados, a nova estimativa sobre alta dos preços deve reajustar o salário para R$ 998,00. Atualmente, o valor do mínimo é de R$ 954,00.

Guru dos mercados afirma que Brasil pode ser a bola da vez dos emergentes a cair. 
Mohamed El-Erian, consultor-chefe de economia da Allianz, afirmou em seu Twitter que o Banco Central do país tem pouca margem de erro em meio à turbulência financeira vivida pelo Brasil. “Depois da Argentina e da Turquia, o Brasil é o próximo. A recente queda moeda coloca o Banco Central em uma posição complicada, e há pouca margem para erro, e suas ações estão sendo monitoradas de perto pelos mercados doméstico e externo”, afirmou.

Governo zera imposto sobre importação de equipamentos para parques de diversão. 
Máquinas usadas na instalação de carrosséis e rodas-gigantes estão temporariamente isentas de taxas de importação por decisão da Câmara de Comércio Exterior. A alíquota era de 20%. A medida deve gerar um aumento de 3% no número de empregos no setor em 2018, segundo o Ministério do Turismo. A isenção faz parte de um pacote de medidas para incentivar o setor, com previsão de investimento de R$ 1,9 bilhão nos próximos quatro anos. A promessa do governo é atrair investidores como Disney, Universal, Six Flags e outras bandeiras internacionais para o Brasil.

Comparada a maio de 2017, produção de veículos cai 15,2%. 
Foram 212,3 mil unidades fabricadas no mês, entre automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Se comparada ao mês passado, a queda é ainda maior: 20,2%. A paralisação dos caminhoneiros e o bloqueio das estradas explica o número baixo da produção.
Postar um comentário