Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Projeto Sonho de Natal 2018




terça-feira, 5 de junho de 2018

Boletim Linkedin e JN

Redução no preço do diesel custa R$ 1 bi às obras nas rodovias, Enel assume controle da Eletropaulo e outras notícias

Redução no preço do diesel corta R$ 1 bi em investimentos no setor de transportes. 
O “sacrifício” acontece para se fazer cumprir as promessas do governo Temer aos caminhoneiros: reduzir o preço do litro do combustível em R$ 0,46. Segundo cálculos de secretários de transportes dos estados ouvidos pela Folha de S. Paulo, um corte de R$ 368,9 milhões irá afetar 40 obras do Ministério dos Transportes, enquanto a eliminação da tributação da Cide no diesel lesará em R$ 722 milhões os investimentos para conservação de rodovias estaduais.

Enel assume controle da Eletropaulo e se torna a maior distribuidora de energia do país. 
A companhia italiana adquiriu mais de 70% da distribuidora paulista por mais de R$ 5,55 bilhões, em leilão realizado ontem na B3. A Eletropaulo vendeu uma fatia de 122,79 milhões de papéis, com preço por ação fixado em R$ 45,22. A disputa pela compra da distribuidora começou em março, quando os papéis eram negociados a cerca de 17 reais. A partir da aquisição, a Enel se consolida como líder de distribuição de eletricidade no mercado brasileiro, seguida pela Neoenergia e pela CPFL, controlada pela chinesa State Grid.

Por causa de reclamações, ANS suspende venda de 31 planos de saúde. 
A Agência Nacional de Saúde Suplementar determinou que a comercialização dos planos de 12 operadoras (veja aqui a lista completa) está temporariamente suspensa. Os 115,9 mil beneficiários desses produtos continuarão tendo a assistência regular a que têm direito, mas as operadoras só poderão vender esses planos para novos contratantes se melhorarem o atendimento. As mudanças entrarão em vigor a partir de 8 de junho. Entre janeiro e março de 2018, a ANS recebeu mais de 15 mil reclamações de natureza assistencial em seus canais de atendimento.

Endividamento e inadimplência dos brasileiros apresentam melhora. 
A nova Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) mostra que a faixa de famílias com dívidas chegou a 59,1% em maio, número menor do que 60,2% de abril. No período de um ano, a queda foi maior, já que uma vez que o indicador batia os 60,7%. As famílias com dívidas em atraso passou de 25,0% para 24,2% do total. No período anual, a queda foi de 1,3%.

Pesquisa divulga cidades com as maiores médias de salário. 
O Banco UBS divulgou a nova edição do seu estudo sobre preços e receitas de cidades ao redor do mundo. Um dos recortes do estudo aborda a média salarial anual nessas cidades. Genebra e Zurique, na Suíça, lideram o ranking, com média de US$ 131,5 mil e US$ 129,8 mil respectivamente. Luxemburgo fecha o pódio com US$ 111,3 mil. No Brasil, São Paulo lidera: US$ 30,2 mil/ano (o que coloca a capital paulista em 43° no ranking mundial).
Postar um comentário