Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Thermas Jatahy


quinta-feira, 14 de junho de 2018

Boletim informativo Likedin Jataí News

Copa do Mundo 2018 começa e Brasil segue com obras inacabadas para 2014. 
Dezenas de construções e reformas planejadas para o último Mundial continuam sem conclusão em 11 das 12 cidades-sede que receberam o evento. A BBC Brasil – com base em dados de governos estaduais, prefeituras e da Controladoria Geral da União – lista 41 obras inacabadas. A grande maioria é composta por obras viárias e de mobilidade urbana. A Folha de S. Paulo também publica em sua edição de quinta-feira (14) um levantamento com atualizações em projetos sem conclusão em 8 capitais do Brasil.

Banco Central vai impor condições mais duras para a compra da XP Investimentos pelo Itaú. 
Anunciada há um ano, a aquisição de 49,9% da XP pelo banco por R$ 5,7 bilhões já havia sido aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). O modelo preferido pelo BC, porém, é autorizar a entrada do Itaú, mas com participação menor que 49,9%. O objetivo seria preservar a independência da plataforma de investimentos. Há ainda outras possibilidades em análise, como proibir que o Itaú tenha representantes no conselho de administração da XP, ainda que assuma o controle da empresa.

Grupo Pão de Açúcar relança marca voltada para as classes B e C. 
A empresa varejista anunciou que os supermercados Compre Bem voltarão a existir — a bandeira deixou de ser utilizada pelo grupo em 2011. Com o foco na classe média, o GPA pretende converter 20 lojas do Extra Supermercados no estado de São Paulo para enfrentar a concorrência de redes regionais. O investimento projetado para a transformação das lojas é de até 130 milhões de reais. Segundo o GPA, o modelo do Compre Bem poderá ter despesas até 20% menores do que o Extra.

Copa do Mundo pode movimentar R$ 20 bi no Brasil. 
A conclusão é de uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). O estudo projeta que 60 milhões de brasileiros devem consumir produtos ou serviços que relacionados ao evento. Os locais que mais devem ser frequentados para compra desses produtos são supermercados, 68%, lojas de rua, 35%, e camelôs 28%. O estudo também calculou o gasto médio por encontro dos torcedores que assistirão aos jogos: em torno de R$ 119 para ver as partidas em casa/na casa de amigos, e R$ 128 para quem decidir ver o jogo fora de casa.

Brasil pode superar 8 bi de downloads de apps até 2022. 
A estimativa é da App Annie, empresa norte-americana de dados neste segmento, que aponta o país como campeão mundial em uso de apps por dia (doze por usuário a cada 24 horas). Os últimos dados do IBGE mostram que 92,4% dos 116,1 milhões de brasileiros que acessam a internet o fazem por meio de aplicativos, com smartphones.
Postar um comentário