Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Pague seu tributo em dia e participe do desenvolvimento de nosso Município


terça-feira, 6 de março de 2018

Michel na mira da Polícia (JN)

Ministro do STF autoriza quebra de sigilo bancário do presidente Michel Temer
Pela primeira vez na história um presidente da República, em exercício do mandato, tem seus dados bancários quebrados. 
Ministro Barroso é responsável pelo andamento do inquérito que investiga a MP dos Portos

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, determinou a quebra do sigilo bancário do presidente Michel Temer (MDB) no inquérito que investiga a elaboração da Medida Provisória dos Portos.

É a primeira vez que um presidente da República em exercício do mandato tem o sigilo bancário quebrado por uma ordem judicial. A decisão do ministro Barroso é de 27 de fevereiro, mas foi divulgada nesta segunda-feira (5).

O Banco Central distribuiu um ofício que comunicou a decisão do STF às instituições financeiras e pede a liberação dos dados. Além de Temer, também tiveram o sigilo bancário quebrado o ex-deputado e ex-assessor do presidente, Rodrigo Rocha Loures – filmado correndo com uma mala com R$ 500 mil no ano passado –, do coronel João Baptista Lima Filho, amigo pessoal de Temer, e de José Yunes, outro ex-assessor de Temer. 

Nenhum comentário: