Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Projeto Sonho de Natal 2018




quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Piscicultura será debatido na TECNOSHOW COMIGO

Piscicultura no Brasil deixa ‘fase romântica’ para se tornar negócio empresarial, afirma presidente da Peixe BR
Francisco Medeiros diz que para avançar, é preciso vencer a insegurança jurídica e a falta de legislação para o setor no país. Tema será debatido na TECNOSHOW COMIGO, em Rio Verde (GO)

Com produção primária de R$ 5,4 bilhões em 2017 e responsável pela criação de 1 milhão de empregos no Brasil, a piscicultura tem sido extremamente importante para o agronegócio brasileiro. A avaliação é do presidente da Associação Brasileira de Piscicultura (Peixe BR), Francisco Medeiros. “Crescemos no ano passado uma taxa de 8%. Para um ano difícil como foi 2017 é um bom negócio, mas acreditamos em cenários de crescimento de dois dígitos nos próximos 10 anos”, ressalta. Mas para que o setor cresça ainda mais é preciso conhecer os aspectos legais da piscicultura. Por esse motivo, Francisco vai abordar o assunto no dia 10 de abril, às 15h horas, no auditório 2, em palestra na TECNOSHOW COMIGO, feira que será realizada de 9 a 13 de abril, em Rio Verde (GO).

Segundo ele, é necessário discutir o tema, por se tratar do maior empecilho para a implantação de piscicultura no Brasil. “É muito grande a insegurança jurídica da atividade decorrente de falta de legislação ambiental em alguns estados e legislações fora da realidade em outras. Muitos empresários perdem grandes oportunidades de negócios por desconhecer o segmento. Queremos também alertar as dificuldades que existem para que o piscicultor possa saná-los ainda na fase de planejamento”, diz. Entre os pontos da palestra, Francisco pretende destacar as grandes oportunidades que o segmento apresenta em termos de investimentos no agronegócio. “Estamos em uma fase importante de transição da piscicultura romântica para um negócio com perfil empresarial e regras de mercado”, afirma.

Cenários e perspectivas
Em 2017, Goiás não teve bons resultados na piscicultura, informa Francisco. “Houve uma redução na produção decorrente do nível do reservatório de Serra da Mesa, mas também da falta de definição que ocorreu em 2016 com relação a política tributária do ICMS. Isso inibiu o produtor de fazer novos investimentos”, enfatiza.

Ele ressalta que para avançar, o setor – não só em Goiás, mas em todo o país – precisa de legislação ambiental compatível com a realidade do agronegócio brasileiro e análises céleres dos processos de licenciamento. “Hoje, o país tem um déficit da balança comercial de pescado da ordem de R$ 1,3 bilhão de dólares. Temos que fazer investimentos e inverter essa balança comercial”, destaca. Para melhorar a competitividade, Francisco acrescenta que é necessário aumentar as escolas de produção e maior grau de tecnologia.

TECNOSHOW COMIGO
Considerada uma das principais feiras de tecnologia rural do Brasil e a maior do Centro-Oeste, a TECNOSHOW COMIGO chega à sua 17ª edição, em 2018, com a expectativa de realizar mais de R$ 1,7 bilhão em negócios – recorde apresentado na edição de 2017. Realizada pela Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (COMIGO), o evento espera receber, neste ano, mais de 102 mil visitantes e 550 expositores de vários estados brasileiros e até de outros países, entre os dias 09 e 13 de abril, em uma área de 60 hectares do Centro Tecnológico COMIGO (CTC), em Rio Verde (GO). Durante os cinco dias de evento, serão apresentadas tecnologias e novidades em máquinas, veículos e equipamentos agropecuários, insumos e resultados de pesquisas, além de demonstrações e lançamentos de novas variedades de cultivares, plots agrícolas em vários experimentos, espaço ambiental, apresentações, palestras com especialistas renomados e dinâmicas de animais. Também serão disponibilizadas linhas de crédito e financiamento voltadas ao produtor rural, por meio de instituições financeiras, e atividades diversas pensadas para todos os envolvidos no agronegócio brasileiro.
Postar um comentário