Radio Line e Rádio Ideias apresentam, Frequência de Classe 54

Thermas Jatahy


quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Transexual Verônica Bolina é presa após tentar matar moradora de rua em SP, diz polícia

Ela ficou conhecida por ter sido espancada em delegacia após arrancar a dentadas a orelha de um carcereiro em 2015. 
Verônica foi diagnosticada com transtorno de personalidade.

Por Kleber Tomaz e Paulo Toledo Piza, G1 SP
transexual Verônica Bolina, de 28 anos, foi presa suspeita de tentar matar uma moradora de rua na Liberdade, bairro no Centro de São Paulo, no domingo (1º), informou a polícia nesta quarta (4). Conhecida por ter sido espancada após morder e arrancar parte da orelha de um carcereiro em 2015, ela foi levada ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, na Zona Oeste da capital.
De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), Verônica golpeou a cabeça da vítima com uma garrafa. A moradora de rua gritou por socorro e pessoas que estavam perto chamaram a Polícia Militar.

A mulher foi achada desmaiada, com ferimentos na cabeça e aparente hemorragia. Ela foi levada ao Hospital São Paulo, onde foi internada. O G1 não conseguiu descobrir o estado de saúde dela.

Os PMs que atenderam a ocorrência disseram que Verônica estava agressiva e descontrolada. Ela resistiu à prisão, mas foi contida e levada ao 8º Distrito Policial, no Brás. Lá, foi indiciada por tentativa de homicídio e resistência a prisão. Segundo a SSP, ela não informou o motivo do ataque e disse não se recordar da agressão.

Procurada pelo G1, a Defensoria Pública informou que um de seus representantes acompanhou a audiência de custódia de Verônica. Depois disso, ela foi encaminhada ao CDP 3 de Pinheiros. O órgão agora aguarda manifestação do Ministério Público (MP) no caso. Leia mais

Postar um comentário