Vamos Cantar?

Festival das Abelhas. Participe!



Seja sensato, fique em casa

sábado, 4 de abril de 2020

Às favas com o decreto do governo do estado

O prefeito de Iporá, Naçoitan Leite (PSDB), contrariou a nova determinação do governo estadual de prorrogação da quarentena por mais 15 dias e autorizou a abertura do comércio na cidade.

A partir da próxima segunda-feira (6), os estabelecimentos voltarão a abrir as portas e vão funcionar cumprindo exigências como distanciamento entre clientes e higienização reforçada nos locais. Aulas continuam suspensas e idosos e pessoas com doenças preexistentes devem continuar o isolamento social.

Em entrevista ao Mais Goiás, o chefe do executivo municipal questionou as medidas adotadas pelo governador Ronaldo Caiado (DEM) e disse que irá “travar uma guerra” com o governo estadual.

“Eu não aceito prender trabalhador e comerciante. Tem que prender bandido. O povo só quer trabalhar.

As pessoas de bem não podem ser presas porque vão voltar ao trabalho. Não vou aceitar essa 'ditadura' , garantiu.
Para ele, caso a cidade fique com o comércio fechado durante os próximos 15, os estabelecimentos e a cidade irão ‘quebrar’.

 “O governador não atendeu o decreto do governo federal. Por que nós, prefeitos, temos que atender às determinações estaduais? Os municípios podem tomar suas próprias decisões, são os prefeitos que sabem a real situação das cidades. Afirmo com tranquilidade que se o comércio continuar fechado, tanto o município quanto os estabelecimentos vão quebrar”, comentou.

Naçoitan afirmou que a abertura é necessária, pois a população está passando fome. “Só essa semana entregamos mil cestas básicas porque o povo não tem o que comer. Na próxima semana vai ser 3 mil e depois 10 mil. As pessoas não querem presente, elas querem trabalhar”.
Segundo ele, o gasto com folha salarial de servidores é de R$ 3,5 milhões. Em março, o valor foi pago, mas o prefeito diz que não sabe como irá efetuar o pagamento no próximo mês, já que a arrecadação do município caiu mais de 40%. A ideia é que o comércio volte a funcionar para evitar maiores prejuízos.
Conforme o gestor, a cidade continuará obedecendo o distanciamento social e isolamento de idosos acima de 60 e pessoas com doenças preexistentes. O prefeito também garantiu que não haverá aglomeração. “Nós vamos respeitar o decreto até o dia 4. Fui um dos que respeitei, mas não dá para fazer isso por mais 15 dias. Vamos respeitar os cuidados para evitar o vírus, mas, na segunda (6), vamos voltar com a cabeça erguida”.

Infração

Nesta semana, a Procuradoria-Geral do Estado disse que o descumprimento do decreto é uma infração à determinação do poder público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, crime previsto no Art. 268 do Código Penal Brasileiro. A pena é de detenção de um mês a um ano, além de multa e outras medidas na área cível.
Equipes da Polícia Militar e Civil, bem como órgãos de Vigilância Sanitária e Epidemiológica, continuam atuando para identificar eventuais descumprimentos, mandando que comerciantes não contemplados, nas exceções do decreto estadual, fechem as portas.

Fonte: Mais Goiás

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Em tempos de crise a luz está a sua frente, só não enxerga quem realmente não quer ver.

"Deitado eternamente em berço esplêndido"

Por Adalberto Lemos
Se olharmos para trás, veremos após grandes catástrofes ou crises mundiais, os países que mais se destacaram nos anos seguintes foram aqueles que não só não se deixaram abater, mas, principalmente, enxergaram, na escuridão em que estavam, soluções e alternativas que os levaram às primeiras posições como nações desenvolvidas, como por exemplo a própria Alemanha e Japão pós guerra.

O nosso país vive, desde 1.500 "deitado eternamente em berço esplêndido", nos acomodamos na zona de conforto das melhores praias, do melhor clima, das mulheres mais lindas e da fartura da nossa agricultura e pecuária. Não nos faltava nada até então. 
Pelo menos até poucos dias atrás. Descobrimos que somos e estamos tão frágeis quanto qualquer país de terceiro (ou quarto) mundo, que não temos a menor estrutura física de saúde para comportar, com o mínimo para proporcionar, ao menos, uma morte digna para nós brasileiros na maioria das nossas cidades, senão todas.

Descobrimos que nas periferias temos fome e miséria e que se nada for feito, essa fome e miséria pode invadir nossas casas. Descobrimos que o Estado tem bilhões de reais em arrecadação mensal e pouco vemos dessa arrecadação convertida em benefícios para nosso povo. 
Descobrimos a solidariedade de pequenos gestos de doações individuais e coletivas que pululam a todo momento aqui e ali, por pessoas que se expõe e fazem aquilo que o Estado deveria fazer e fazem muito bem feito, não devemos, nunca, depender somente do Estado, está muito bem provado isso.

Temos que passar por essa provação para nos tornarmos melhores. Não podemos esquecer desse aprendizado que estamos tendo, dia a dia. E, principalmente, temos, com a lição desse momento, de tornarmos nossa nação melhor, de exigirmos não só dos políticos, mas muito de nós mesmos, ao tirarmos as máscaras de proteção contra o vírus, que vistamos a velha e boa vergonha na cara que muito nos falta.

Faça sua parte, SOBREVIVA. Não reclame. AJA. Não esmoreça, PROTEJA-SE E À SUA FAMÍLIA.

E por fim, lembre-se, SÓ OS FORTES SOBREVIVERÃO, e a "força", nesse caso, não é somente a física, é a força interior de querer FAZER A DIFERENÇA e LUTAR DIA A DIA por nossas vidas e por um país melhor para todos nós.

Realmente, hoje, o Brasil espera que cada um cumpra o seu dever.

Faça sua parte, seja ela qual for. Quem sabe seja esse o marco que vai alavancar esse país. Pense grande, sempre.

Mutirão do Bem - Você pode participar desta ação solidária

Saiba mais

A OAB JATAÍ solidária a situação da saúde está apoiando o Sindicato Rural na arrecadação do MUTIRÃO DO BEM em prol da saúde!

Os que quiserem/puderem contribuir segue ao final da mensagem a conta.

Relação de ARRECADAÇÕES para o MUTIRÃO DO BEM em prol da saúde de Jataí:

1. Saguia/Sementes Lima (aquisição de 01 respirador)
2. CDL 
3. Antônio de Pádua 
4. Valdecir Sovernigo
5. José Laurentiz Neto 
6. Vitor G. Gaiardo 
7. Sérgio Barzotto 
8. Williams Maluf 
9. Antônio Ademar (Unitec) 
10. Osvino Sandri 
11. Walter Ventura 
12. Diogo Sandri 
13. Lindolpho Carvalho Dias 
14. Luiz Paulo Priori 
15. Jatoba Agronegocios (Rafaela)
16. Neldo Waldemar Kock 
17. Ilson/Givanildo Gehrke 
18. Adelino Gameiro Neves 
19. Construtop Construtora 
20. Álvaro Santos Advogado 
21. Allan Kardec Dias 
22. Sérgio Garcia 
23. João Tombini
24. Josiane Gobi
25. Jandira Gobi 
26. Danilo Claro 
27. Júnior Paixão/Rubinho Ernesto
28. Sônia Prata Rocha 
29. Júlia Batistti 
30. Ricardo Leal
31. Allan Kardec Leal Silva 
32. Grupo Katzer & Filhas
33. William G. Moraes
34. Adenísia O. Garcia
35. José Luis Bagestao
36. - Airton Katzer 
37. Olavo Fh 
38. Andre Luis Sovernigo 
39. Agropecuária Jataí 
40. Leonardo Oliveira Costa 
41. Amaral e Melo Advogados
42. Atílio Gorgen e Filhos
43. Rubens B. M. Vieira Neto
44. Claudia Perdoncini 
45. Wilmar Zaiden 
46. Cláudio de Oliveira
47. Grupo Peres
48. Vera Lucia de Ávila
49. Khalil Fernando 
50. Renato Inácio Cardoso
51. Agropecuária Magalhães Lima Ltda
52. Ronan O. L. Jr
53. Marcos Prado de Assis
54. Juarez França Neto
55. Família Goulart
56. Adriano Brito de Carvalho
57. João Lindolfo Teodoro Rodrigues
58. Antonio Fernando F. Micheli
59. João Paulo Camozzi
60. Sidney Filizzola Borges
61. Agri Company Consultoria Patrimonial
62. Rafael de Freitas Borges
63. Cleidinaldo Carneiro de Almeida
64. Vanusa Silva Moraes
65. Elmar Guimarães Santos
66. Neiva Carvalho Soares
67. Maria de Lara Carvalho
68. Nilma Paneago Vilela
69. Marlos Valente Melo
70. Zilton Borges de Moraes
71. Rogerio Caetano Guimarães
72. Silvestre Gouveia de Oliveira
73. Clinio Claro de Oliveira
74. Fabélia e Lima (Sucesso no Campo)
75. Naide Britto Carvalho
76. Rafael Prado, Marcelo Prado e Maria Helena Prado
77. Fernando Inácio Cardoso e Filhos
78. Izolina Borges de Souza
79. Alceu Ayres Moraes
80. Mauro Rodrigues de Oliveira
81. Mateus Garcia
82. José Antonio Furtado de Carvalho
83. Luiz Roberto de Carvalho
84. Roberto Simões - Evolução Produtos Agrícolas
85. Pedro Vieira Carvalho Neto
86. Washington Wagner Oliveira
87. Hugo E. M. Carvalho
88. Reni Franco Garcia
89. Escritório Aimi
90. Maria Sultana
91. Nadir Baraldi
92. Lucy Prado
93. Blitz
94. Toninho Gazarini
95. Anacleto Gazarini Fh
96. Rafael Castro Carvalho
97. Flávio de Oliveira Jr
98. Evandro Vilela Barros 
99. Antenor Lombardi Neto
100. Donaldo Borges da Silva
101. Thiago Teixeira e Dra. Ana Carolina Cardoso
102. Adriano Xavier
103. Maria dos Anjos Carvalho de Assis
104. Agropecuária Corrente Ltda
105. Mozart Carvalho de Assis
106. Agropecuária Rio Paraíso
107. Oswaldo Araujo Filho
108. Christovam Ivancko
109. Izaias Soares
110. Geraldo José de Carvalho Neto
111. Adriano Mantelli
112. Leonardo Assis Furtado
113. Antonio Marcos Rezende
114. Giovane F Carvalho
115. Maia e Fagundes Esc. Advocacia
116. Dr. Fábio Fernandes Fagundes
117. Sérgio Oliveira Toledo Ribas
118. Condomínio Ragagnin
119. Plantar Jataí Ltda
120. Francisco José Prata Rocha
121. Condomínio Paloschi
122. Adriano Luis Bertoncello
123. Uniggel Sementes
124. Jesuino Barbosa Junior
125. Josias Carvalho Neto
126. José Baldo
127. Delice Assis Peres
128. Grupo Maggioni
129. Leinner Lima Borges
130. Antonio Ademar – UNITEC
131. Trator Terra - Mario e Wanderley
132. Dirceu Jose Ragagnin
133. Freitas Máquinas
134. Jatobá Agronegócios (João Tombini)


Valor TOTAL ARRECADADO até o momento em dinheiro: R$ 318.205,00.

Segue a conta para novas doações:

Sindicato Rural de Jataí 
CNPJ: 02.252.104.0001-19

Banco do Brasil - 001
Agência: 0313-1
Conta corrente: 08560-x

Muito obrigado a todos pelas contribuições. A Saúde de Jataí agradece a cada um de vocês!!!!

Lavagem química continua sendo realizada em Jataí

Foto: Divulgação/Decom
Em esforço conjunto com seguimentos organizados vias públicas com maior concentração de pessoas são higienizadas.

Essa é uma determinação do governo municipal, de acordo com as orientações das autoridades de saúde do município, do Estado e da OMS, no sentido de minimizar os efeitos do Corona Vírus em nossa cidade.

A Prefeitura de Jataí, a Associação Comercial e Industrial de Jataí (Acij) e o Sindicato Rural continuam com a preocupação de desinfetar os pontos de maior aglomeração na cidade.

Nesta Quinta-Feira, (01), foi realizada a lavagem química em outros pontos além da Avenida Goiás, como Ubs e alguns comércios da cidade.

A força do Agro no combate ao Corona Vírus.

As entidades mobilizaram empresários e produtores rurais, para demonstrar a preocupação do comércio e dos empresários rurais com o novo coronavírus em nosso município com empréstimos de pulverizadores para a operação de limpeza de nossas vias.

A prefeitura antecipa agradecimentos conta a compreensão de todos os munícipes nesse momento que pede união de todos no combate ao Corona Vírus.

Vinícius Luz, Humberto Machado e as eleições

O que nos reserva essas 3 situações?

Muitas mudanças estão ocorrendo nesse período de Corona Vírus, máquinas administrativas municipais, estaduais e federal totalmente alteradas em função da Epidemia da Covid-19, e o que diz respeito a política não é diferente.

Aqui em Jataí repartições públicas e privadas totalmente alteradas, as públicas com horários reduzidos e atendimento online ou por telefone, as comerciais quase tudo com portas fechadas, salvo aqueles chamados essenciais.

E na política?

Esse é um detalhe interessante. Há quem diga que as eleições estão comprometidas em função do Corona Vírus, pois não se pode fazer aglomerações, as chamadas reuniões onde os correlegionários, partidários e militantes possam estar juntos e traçarem pontos de campanha, fazer filiações, construir alianças, se movimentarem e traçar estratégias.

Mas e Vinícius Luz e Humberto Machado?

Esses são os dois protagonistas da política Jataiense. Mesmo que um deles não se declarou, ainda, é o caso do atual prefeito, Vinícius Luz, naturalmente ele é candidato a reeleição. Nos últimos dias houve uma boa movimentação nesse sentido, no seu comportamento político, mudança de partido e indiretamente construção de alianças.

A situação de Humberto Machado já é mais explícita. Suas andanças pela cidade, conversa com um e outro, visitas e fazendo costuras políticas, ou seja, que é candidato a prefeito é público e notório, até por que seu discurso aos quatro cantos do município é todo nessa direção. Uma coisa não se pode deixar de analisar, o cenário político é totalmente diferente de quando foi prefeito pela última vez.

Com Vinícius Luz fazendo esse rearranjo na política jataiense a coisa pode não ser tão simples assim para HM o que significa que o páreo será difícil entre esses dois protagonistas de nossa política.

Acrescentando ao cenário está a crise financeira e econômica que assola a maioria dos municípios, política desacreditada e agora para piorar a crise provocada pelo Corona Vírus que vai trazer sérias consequências econômicas para as prefeituras. Sendo pessimista, o que já estava ruim poderá ficar ainda pior.

Apesar dos fatos que envolve hoje, a atual administração, as questões financeiras que envolve a prefeitura, Vinícius Luz faz uma administração que lhe é permitido, falta de verbas, falta de apoio no governo estadual diante desses fatos sua gestão é relativamente boa.

Porém, para o futuro próximo, no que diz respeito à política, todo esse cenário é incerto, no que tange a realização do Pleito 2020. Como diz nosso Articulista Adalberto Lemos, "Oremos", e aguardemos.

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Caiado e Bolsonaro

The Guardian, jornal da Inglaterra, diz que Bolsonaro é perigoso e cita Caiado

O jornal britânico critica Bolsonaro, por desrespeitar a quarentena e cita o governador goiano positivamente

“The Guardian” (edição de terça-feira, 31), um dos mais influentes jornais da Inglaterra e do mundo, publicou um editorial duríssimo sobre o presidente da República do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, sob o título de “A visão do The Guardian sobre Bolsonaro: um perigo para os brasileiros”.

O editorial sublinha que os brasileiros estão em isolamento, que os governadores impuseram quarentenas rigorosas e, enquanto isso, um cidadão desrespeita as restrições e sai para passear no mercado local (de Brasília). O cidadão, frisa o jornal, é o presidente da República — o que torna sua atitude ainda mais grave.

O jornal — que divulgou os casos WikeLeaks e Edward Snowden — relata que Bolsonaro se referiu à Covid-19 — provocada pelo novo coronavírus — como uma “gripezinha” e que é preciso enfrentá-la “como homens e não como moleques”.

Um trecho do editorial menciona o governador de Goiás, Ronaldo Caiado: “Ex-aliados estão finalmente criticando seu comportamento. Ronaldo Caiado, governador de direita do Estado de Goiás, cortou relações com o presidente na semana passada, descrevendo seu comportamento como espantoso, terrível, apavorante”.

O gestor de Goiás é apresentado como “correto” e o gestor do Brasil como um perigo para os brasileiros.

Mais de 156 mil pessoas foram curadas de Covid-19 no mundo

O Brasil aparece em 29º no ranking, com 120 pessoas recuperadas da doença, segundo dados do painel online da Universidade Johns Hopkins

Por Eduardo Pinheiro 
Das 741 mil pessoas que contraíram coronavírus (Sars-Cov-2) no mundo, 156.838 mil se recuperaram da doença, até as 11 horas da manhã desta segunda, 30.  Os números são do painel online da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, que atualiza o tempo todo os casos da Covid-19 no planeta.

O país com mais pessoas recuperadas até agora é a China. São mais de 75 mil livres da doença, de acordo com dados oficiais chineses. A Espanha é o segundo país com maior número de recuperados, com 16,7 mil, depois o Irã 13,9 mil, seguido da Itália, com 13 mil, Alemanha – 9,2 mil, França 7,2 mil, Coréia do Sul, 5,2mil. O Brasil aparece em 29º no ranking, com 120 pessoas recuperadas da doença – até o fechamento desta matéria.

Pico da doença
O pico da doença acontece neste momento nos EUA. O país norte-americano já tem mais casos confirmados do que a Itália, com 143 mil infectados contra 97 mil no país europeu. A Espanha é o terceiro mais infectado com 85,1 mil pacientes, seguido da China com 82,1 mil. O Brasil aparece em 19º lugar no ranking com 4,3 mil casos confirmados da doença.

Mortes
O número de mortes no mundo chega 35.114 pessoas, a maior parte delas na Itália. A Espanha tem 7,3 mil, a China (sobretudo na província de Hubei) tem 3,1 mil (dados oficiais chineses), o Irã tem 2,7 mil. O Brasil aparece em 15º lugar no ranking da Johns Hopkins, com 140 mortos – até o fechamento desta matéria.

Isolamento social
Como o pico de casos da doença ainda não aconteceu no Brasil – a previsão é que isso aconteça no meio do mês de abril – o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta defende o isolamento social, seguindo orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e de especialistas e líderes do mundo inteiro orienta o isolamento social como melhor medida para conter o rápido espalhamento do vídeo e evitar que o sistema de saúde entre em colapso.

Tributos municipais sofrem com mudanças no atendimento

Arte: Gabriel Alves
A exemplo a entrada no ITBI pode ser dada através de e-mail

Texto: Alessandro Luz

A Secretaria Municipal da Fazenda, através da sua Diretoria de Tributos, está recebendo guias ou contratos de financiamento por e-mail para dar entrada no Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI).

Os interessados devem enviar as guias ou os contratos para o endereço eletrônico: atendimento.fazenda@jatai.go.gob.br. A Diretoria de Tributos avaliará o e-mail e, se tudo estiver correto, responderá com a emissão da Guia para Pagamento (Duam).

A medida visa facilitar os trâmites burocráticos durante o período de isolamento social decorrente da pandemia do novo coronavírus.

Quaisquer dúvidas, ligar (64) 3632-8843, entre 8 e 11 horas.

terça-feira, 31 de março de 2020

Quarentena em Jataí - Uma banalidade

Foto: Divulgação/Gidros
Em uma realidade preocupante estamos observando que existe um descaso sobre a Pandemia, e o Jataiense não está levando a situação a sério.

Via Facebook Carlucio Alves de Assis, nesta Segunda-Feira, 30, faz sua observação

Saí de casa hoje para levar meu afilhado que está comigo desde o começo da quarentena pois a mãe trabalha na saúde e não quis correr o risco de contaminá-lo. Fiquei abismado com o tanto de gente fazendo caminhada normalmente, lago JK parecendo dia normal, inclusive uma médica e o marido correndo no parque do ISG com muitas pessoas juntas.
O que me deixa mais indignado é que se (Deus nos livre e guarde) precisarmos de UTI e não tiver, essas pessoas vão ser colocadas nos lugares dos idosos, como aconteceu na Itália. Mas também consciência pra quê né??? Eu sou sempre melhor que o outro, pra que pensar neles né??? A humanidade ainda precisa de muito pra aprender. Que triste...

(Banalidade: 2condição ou atributo do que é banal; insignificância, trivialidade)

Declaração do MEI - Micro Empreendedor Individual pode ser entregue até final de Junho

Arte: Gabriel Alves
MEI tem prazo prorrogado até o final de junho para a entrega do Dans-Simei

Por Alessandro Luz

A Prefeitura de Jataí, por meio da sua Secretaria de Desenvolvimento Econômico, comunica que o prazo para a entrega da Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (Dans-Simei), que corresponde ao Imposto de Renda de Pessoa Jurídica do Microempreendedor Individual (MEI), o qual anteriormente estava previsto para o final de março, está prorrogado até 30 de junho deste ano.

A extensão do prazo se dá em meio à declarada situação de emergência social imposta pela crise humanitária causada pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), que vem pulverizando a Covid-19 por todo o planeta e causando mortes.

Durante o isolamento social, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico estará sempre atualizando as informações que julgar relevantes para os empreendedores, por meios das redes sociais da Prefeitura de Jataí.

segunda-feira, 30 de março de 2020

78% dos médicos brasileiros acham que país não tem estrutura hospitalar para lidar com coronavírus

Fiocruz vê explosão em números de internações por infecções respiratórias | Foto: Reprodução / EBC
Levantamento feito pela Ipsos ouviu clínicos gerais de quatro países da América Latina: Brasil, Colômbia, Argentina e México

Por Lívia Barbosa 
Com o objetivo de estabelecer parâmetros comparativos sobre a pandemia de coronavírus na América Latina, a Ipsos HealthCare, em parceria com a Fine, conduziu a pesquisa “Proyecto: Emergencia Covid-19”, com cerca de mil membros da comunidade médica do Brasil, do México, da Argentina e da Colômbia. Os resultados são alarmantes: para 78% dos profissionais brasileiros entrevistados, o país tem pouca ou nenhuma infraestrutura hospitalar para lidar com o surto da doença.

Os colombianos têm uma percepção ainda mais negativa da condição dos espaços de atendimento médico em sua nação: 90% crê que a estrutura é nada ou pouco preparada para enfrentar a pandemia. No México, são 81%, e na Argentina, 70%.

Entre todos os profissionais da saúde ouvidos pelo estudo, os do Brasil são os que mais defendem que a população de seu país está preparada – em termos de conscientização – para lidar com a doença. Pouco mais do que a metade dos ouvidos localmente, 56%, acham que o povo está pouco ou nada preparado. Na opinião dos médicos entrevistados na Argentina, no México e na Colômbia, o índice sobe para 73%, 81% e 87%, respectivamente.

O único representante de fora da América do Sul surpreendeu com o ponto de vista negativo de seus profissionais diante de alguns questionamentos da pesquisa. Apenas 44% dos ouvidos no México acreditam que as medidas tomadas para enfrentar o coronavírus em seu país são efetivas ou muito efetivas. Na Colômbia, são 75%. No Brasil, são 83%. Já a Argentina possui o percentual mais otimista, com 92%.

A grande maioria dos médicos brasileiros (80%) dizem ter recebido treinamento por parte das autoridades sanitárias para lidar com o Covid-19. O índice nos outros países são de 87% na Colômbia, 89% na Argentina e 58% no México.

A pesquisa on-line foi realizada com 960 médicos de diversas especialidades, sendo 280 da Argentina, 251 do Brasil, 267 da Colômbia e 162 do México. Os dados foram colhidos entre os dias 22 a 24 de março de 2020.

Fonte: Opção/JN/EBC

Governo do estado se comprometeu em dotar hospitais para receber pacientes com Corona Vírus

 

Esse compromisso foi registrado em vídeo durante uma entrevista do governador em uma emissora de rádio na capital

Enquanto isso aqui Jataí, onde tem um dos maiores hospitais do estado e que atende mais de 10 municípios, 
a UTI é dotada de 10 leitos todos funcionando e recebendo pacientes comuns. 
Para pacientes com COVID-19 depende das adaptações as quais foram anunciadas pelo governador.

As mudanças serão aplicadas o mais rápido possível aumentando a capacidade de leitos e funcionários receberão treinamento para lidar com a nova situação.

Em conversa com assessoria de comunicação da prefeitura municipal de Jataí toda a mudança que deve ser nesses dias em situação urgência será administrada por uma OS com recursos do estado.  

"Diga ao Mandetta que fique" / JN

Aliados pedem que Mandetta resista no cargo e “toque o barco”

Por Lívia Barbosa 
Avaliação é de que os embates entre o titular do Ministério da Saúde e o presidente da República vão se intensificar nos próximos dias

Após o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o presidente Jair Bolsonaro demonstrarem visões completamente distintas sobre como o Brasil deve enfrentar a crise do novo coronavírus (Covid-19), aliados têm aconselhado “cautela” ao titular da saúde. Para eles, é importante que Mandetta se mantenha no cargo já que os brasileiros confiam no ministro e precisam do trabalho que ele tem desempenhado.

A avaliação é de que os próximos 15 dias serão determinantes para mostrar quem está certo: o ministro da Saúde ou o presidente da República.

Pessoas próximas a Mandetta disseram ao GLOBO que, durante a semana, o ministro chegou a classificar a situação como “insustentável”. Conselheiros, então, entre os quais o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), reforçaram os apelos para ele “aguente o tranco” e “toque o barco”.

Embates continuam
Segundo relatos, Mandetta foi à reunião ministerial no Palácio do Alvorada, no sábado, com o objetivo de saber se Bolsonaro continuaria lhe dando carta branca e liberdade para seguir defendendo medidas baseadas na ciência e na medicina. Do contrário, não teria condições de permanecer à frente do ministério.

A resposta, dizem aliados, veio com a coletiva à imprensa de Mandetta no próprio sábado, em que o ministro reafirmou a defesa do isolamento social, repudiou a versão de que a hidroxicloroquina é a cura para doença e criticou os atos pela reabertura do comércio pelo país.

No entanto, neste domingo, Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada e visitou vários pontos da cidade, entre comércios abertos e locais de ambulantes, para cumprimentar apoiadores. Durante a tour, o presidente demonstrou preocupação com o fechamento do comércio. O gesto, foi visto como uma afronta a Mandetta.

Apesar do sinal de Bolsonaro, aliados do ministro ainda apostam em uma mudança de postura do presidente. Principalmente após o recuo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que pediu para a população americana ficar em casa até 30 de abril. A diretriz anterior era de encerrar o isolamento na Páscoa, no dia 12.